Quinta-feira, 30 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
08/04/2024 13h04

Após condenação e suspeita de tentativa de fuga do país, tubaronense é novamente presa

Camila foi presa logo após as invasões às sedes dos Três Poderes, no dia 8 de janeiro de 2023

A empresária Camila Mendonça Marques, de Tubarão, está novamente presa desde o dia 14 de março, na Penitenciária Sul de Criciúma. O mandado foi assinado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).


Segundo o jornal O Estado de Minas, "a prisão ocorre em razão de uma falha na tornozeleira eletrônica de Camila e também de uma suspeita de planejamento de fuga do país. Camila foi presa logo após as invasões no Congresso Nacional, no Supremo Tribunal Federal e no Palácio do Planalto, ainda no dia 8 de janeiro".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um advogado de Camila afirmou à publicação que um dos motivos para a prisão foi uma informação repassada à Suprema Corte que afirmava que Camila estava vendendo seus bens para fugir do Brasil. "A base de informações para Moraes chegar a essa conclusão é de um agente da Polícia Federal, que teria relatado ao STF que Camila estaria dilapidando os seus bens", disse o advogado Henrique Falchetti.


Camila foi condenada a 17 anos de prisão. A sentença inclui 15 anos e 6 meses de reclusão, 1 ano e 6 meses de detenção e 100 dias de multa. 


Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.