Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
SAÚDE
12/05/2021 22h25

Professores serão incluídos no próximo grupo prioritário da vacinação contra a covid-19 em SC

Serão priorizados os profissionais da educação infantil, sendo necessárias cerca de 35 mil doses, na soma entre os que atuam em creches e na pré-escola

A vacinação dos profissionais da educação deve ser priorizada pelo governo de Santa Catarina dentro do próximo grupo prioritário. De acordo com o Censo Escolar (Inep), a estimativa é que 195 mil professores e demais profissionais das instituições de ensino Básico e Superior poderão ser imunizados.


O governador Carlos Moisés afirmou nesta quarta-feira (12) que a iniciativa é um reconhecimento ao esforço dos professores para manter o ensino e o ano letivo em dia, mesmo durante a pandemia. “Nós entendemos a necessidade e a importância da inclusão dos educadores no programa de imunização para que tenhamos ainda mais segurança. Nossos professores estão em sala de aula desde o dia 18 de fevereiro, diferente até de outros estados”, frisou Carlos Moisés.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, explicou sobre os critérios utilizados para elaboração do Plano de Vacinação, com preferência aos profissionais que atuam com crianças que têm maior dificuldade de seguir os regramentos sanitários, principalmente o uso de máscaras e o distanciamento social. O cadastro dos profissionais foi elaborado em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da Federação Catarinense de Municípios (Fecam).


Para imunização dos profissionais da educação infantil, serão necessárias cerca de 35 mil doses, na soma entre os que atuam em creches e na pré-escola (crianças de 4 a 6 anos). Para os momentos em que a quantidade de doses disponíveis for menor que a necessária, a SED prevê a possibilidade de subdivisão dos grupos por idade, o que permite o início rápido e a continuidade da aplicação das vacinas.


A definição da data de início da imunização depende do número de vacinas que devem chegar a Santa Catarina nos próximos dias

Fonte: Governo de SC - Foto ilustrativa
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.