Quarta-feira, 22 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
28/12/2023 14h10

Mineradora é investigada por extração irregular de 21 mil toneladas/mês de carvão

Os crimes, somados, podem atingir a pena de 19 anos de prisão

Uma empresa carbonífera de Urussanga é alvo de uma investigação do Ministério Público Federal (MPF) que apura a extração ilegal de carvão mineral, que chegava a 21 mil toneladas por mês. Há uma semana, o empreendimento foi alvo de uma ação do órgão, Polícia Federal e Agência Nacional de Mineração.


Além da extração irregular que pode estar acontecendo há mais de um ano, o MPF investiga crimes ambientais contra a flora, destruição de vegetação e impedimento da regeneração natural, além de armazenamento de substância perigosa à saúde humana.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Também é apurado se o estabelecimento potencialmente poluidor opera sem autorização dos órgãos ambientais. Os crimes, somados, podem atingir a pena de 19 anos de prisão.


Em nota, a Diamante Energia, gestora do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, afirmou que não recebeu notificação sobre o caso, mas que irá acompanhar as investigações junto aos órgãos competentes.


Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Imagem: MPF
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.