Sexta-feira, 21 de junho de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
08/10/2020 15h01

Indústria catarinense cresce 6% em agosto e tem segunda maior alta do país

Desempenho está acima do nível nacional. Diversos setores seguem reagindo positivamente no Estado

A produção industrial continua em expansão em Santa Catarina, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta quinta-feira (8). Em agosto, o setor cresceu 6% no Estado na comparação com julho deste ano. O desempenho catarinense está acima da média nacional (3,2%) e atrás apenas do avanço registrado no Pará (9,8%).


Depois do Pará e Santa Catarina, os maiores crescimentos foram do Ceará (5,7%), Rio Grande do Sul (5,2%) e Amazonas (4,9%).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Diversos setores seguem reagindo positivamente no Estado, quando comparados com agosto do ano passado. É o caso da fabricação de máquinas e equipamentos (23,6%), produtos têxteis (11,9%), máquinas, aparelhos e materiais elétricos (11%); materiais plásticos e de borracha (9,7%), artigos de metal (6,6%) e celulose, papel e produtos de papel 0,7%.


“Os números divulgados pelo IBGE mostram que Santa Catarina segue uma tendência de crescimento já observada pelo quarto mês consecutivo, quando comparamos a evolução com o mês anterior. Se analisarmos a produção de agosto de 2020 com o mesmo período de 2019, mostra que seis dos 12 segmentos pesquisados apresentaram expressivo crescimento. Espera-se que esta tendência siga nos próximos meses”, reforça o economista da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) Paulo Zoldan.

Governo de SC - Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.