Sábado, 25 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
25/02/2024 07h35

Conheça a jovem amazona de Tubarão que vem se destacando em competições

Aos 14 anos, a jovem tem sonhos grandes: ser veterinária e se tornar uma grande amazona

O amor pelos animais e pelo esporte com cavalos chamado de “Laço Comprido” é o que faz o coração da tubaronense Layza Bittencourt pulsar. Aos 14 anos, a jovem tem sonhos grandes: ser veterinária e se tornar uma grande amazona.

“É algo que ela ama fazer. Ser laçadora, prenda ou amazona, é o que a deixa feliz”, diz Celso, pai de Layza.

O legado vem de berço. Celso conta que sempre gostou de animais e também é envolvido com rodeios.

“E foi assim que ela despertou essa vontade. Comprei um cavalo e ela começou a andar e a laçar. Depois foi laçando, fez umas aulas e está cada vez melhor. No último fim de semana, ganhou um torneio. Está cada vez mais focada”, detalha o pai.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Estudiosa, Layza não deixa seus deveres escolares de lado. O pai conta que a mesma dedicação que ela tem com os cavalos, ela mantém com os livros. “É algo que é dela”, afirma Celso. “Nós damos todo o apoio e contamos com o apoio de outros amigos. É uma forma de incentivar a seguir esse caminho que ela gosta”, comenta o pai.

O laço comprido é uma modalidade em que o competidor, montado em um cavalo, deve laçar um bovino que é solto dentro de uma arena. O competidor deve segurar o cavalo dentro do brete até o momento em que o bovino é solto na arena, sendo penalizado caso saia antes. O laço deve ser de couro e ter de 18 a 20 metros.

Desde a sua origem, esse tipo de modalidade depende totalmente do gado e do cavalo para sua realização, já que a atração principal são as laçadas, realizadas pelos laçadores, adultos e crianças, e amazonas montados a cavalo.

“Estamos começando nessa jornada em busca deste sonho dela. Todo apoio é bem-vindo”, complementa o pai de Layza. Quem desejar patrocinar ou colaborar com a jovem de Tubarão, pode entrar em contato com Celso através do telefone (48) 9607-9389.

Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

  • 1 / 2
  • 2 / 2
Diário do Sul
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.