Domingo, 19 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
10/01/2024 14h37

Cadela da Polícia Civil doa sangue para salvar cão envenenado

O animal se intoxicou possivelmente por causa de uma dedetização no prédio onde os tutores moram

Uma cadela da Polícia Civil fez uma doação de sangue para salvar um cão intoxicado. A transfusão ocorreu em São Miguel do Oeste e o objetivo era doar plaquetas para o animal envenenado. A doação ocorreu no sábado (6). O delegado Wesley Andrade afirmou nesta terça (9) que o cão que recebeu a transfusão está bem.


De acordo com Andrade, o animal se intoxicou possivelmente por causa de uma dedetização no prédio onde os tutores moram. Para a doação seria necessário um cão de grande porte e peso mínimo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Conforme informações médicas, a doação de sangue se torna imprescindível em razão de o sangue do envenenado apresentar redução de plaquetas. Geralmente, essa redução é combatida com medicamento específico. Contudo, quando o remédio não surte o efeito esperado, a transfusão de sangue é recomendada a fim de viabilizar o aumento das plaquetas", explicou o delegado.


Esta é a primeira doação de Dakota, como é chamada a cadela. Na Polícia Civil, ela atua farejando em busca de drogas e armas.


Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Polícia Civil
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.