Quinta-feira, 21 de outubro de 2021
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
BRASIL
25/06/2020 14h03

Sara Winter deixa a cadeia e afirma que não se arrepende de nada

A líder do chamado grupo “300 do Brasil” diz não saber o motivo pelo qual foi presa

Em vídeo publicado nas redes sociais na madrugada desta quinta-feira (25), Sara “Winter” Geromini, que deixou o presídio feminino do Distrito Federal horas antes, diz que não se arrepende das ameaças contra ministros e ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) que a levaram à prisão.


“Eu não me arrependo e pelo meu país eu faria o que fosse necessário, dentro da legalidade claro, dentro do que eu entendo por moral e dentro das minhas balizas cristãs”, afirmou, em tom mais ameno que nas imagens publicadas antes da prisão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em tom dramático, a ex-funcionária do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos e líder do chamado grupo “300 do Brasil” diz não saber o motivo pelo qual foi presa e confirmou que está usando tornozeleira eletrônica.


“Sara Winter. O que sobrou da Sara e o que está renascendo da Sara. Foram 10 dias baixo uma prisão arbitrária, que até hoje, passados já as 10h da noite, eu ainda não sei o motivo. Talvez, eu nunca saiba. Sim, eu estou usando tornozeleira eletrônica, como se eu fosse exatamente um bandido ou representasse algum perigo à segurança nacional”, afirmou.

Segundo ela, a pior coisa na prisão foi ser identificada como “apoiadora do presidente” Jair Bolsonaro. “Foram dias muito, muito horríveis. A pior coisa foi ser apoiadora do presidente Bolsonaro e estar num presídio. Você escuta coisas horríveis contra você e sua família”.

Fonte: Revista Fórum - Foto: Reprodução
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.