Quarta-feira, 24 de abril de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
BRASIL
03/03/2024 11h04

Pastor se diz arrependido por 'bolsonarizar a religião'

Anderson Silva chegou a pedir a Deus que

O pastor evangélico Anderson Silva, que pediu a Deus que "arrebentasse a mandíbula" do presidente Lula, afirmou nas redes sociais que se arrepende de ter apoiado Jair Bolsonaro (PL) e de ter "bolsonarizado" a religião.


Ele admitiu, em um vídeo publicado em seu perfil do Instagram, que a "bolsonarização" afastou pessoas da esquerda que se identificavam com ele. O pastor ressaltou que é um "desrespeito a Jesus ter um pastor de direita ou de esquerda".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo Anderson Silva, parte das igrejas evangélicas idolatram Bolsonaro, mesmo que, nos últimos anos, não tenha encontrado "conservadores fiéis e úteis". "Vão dizer que não é idolatria. Então você iria para a rua por Jesus, pela igreja, pela palavra?", questionou.


Anderson Silva também criticou a qualidade dos políticos bolsonaristas e disse que eles "não produzem nada". De acordo com o evangélico, basta entrar nas redes sociais de um político bolsonarista para "ver sua inutilidade".


"Quase nesses 4 anos, quase, eu não encontrei conservador fiel, conservador útil. É só você pegar a timeline das redes sociais de um político bolsonarista e você vai ser sua inutilidade. Ele só vive para combater a esquerda. Mas ele não produz nada e, às vezes, ele não é o oposto daquilo que ele critica e não é uma pessoa fiel", disse.


Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Uol
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.