Domingo, 19 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
SEGURANÇA
13/03/2024 07h32

Prefeitura apura caso de paciente agredido por enfermeiro em unidade de saúde

Testemunhas alegam que vítima foi agredida com socos e chutes. Caso foi registrado em Tubarão na última segunda-feira

Uma briga na Unidade Básica de Saúde do bairro São João, em Tubarão, mobilizou a Polícia Militar no começo desta semana. Testemunhas alegam que um paciente foi agredido com socos e chutes por um enfermeiro da UBS.

De acordo com outra paciente que estava no local, uma discussão por conta de medicamento teria iniciado uma confusão entre a vítima e um atendente, na manhã desta segunda (11).

“Foi quando chamaram o enfermeiro para ver a situação. O enfermeiro chamou o paciente para a rua, e o homem falou que tinha idade para ser pai dele. A discussão continuou, mas o paciente desistiu e foi embora. Quando ele já estava na rua, o enfermeiro o chamou e passou a agredi-lo”, conta a testemunha, que registrou um boletim de ocorrência.

“Larguei minha filha, fui tentar separar a briga e acabei levando um soco no rosto. Várias pessoas que estavam ali, incluindo funcionários, também tentaram separá-los. Depois, o enfermeiro voltou para dentro da unidade”, relata. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda segundo a testemunha, quando a PM foi tentar pegar o relato do enfermeiro, ele já tinha deixado o local. Além do boletim de ocorrência, a testemunha também registrou o caso na Ouvidoria da prefeitura de Tubarão.


Leia também: Briga em UBS e multas expõem o mau momento de Jairo na prefeitura

Secretaria de Saúde apura caso

Em nota, a secretaria de Saúde de Tubarão informou que tomou conhecimento dos fatos e que um processo administrativo apura o caso. Confira a nota completa:

"A secretaria de Saúde de Tubarão informa que tomou conhecimento dos fatos ocorridos na Unidade de Saúde do bairro São João na data de sua ocorrência, 11 de março. Todavia, informa também que, até o presente momento, os fatos só foram relatados formalmente à secretaria por meio de Ouvidoria enviada por uma testemunha do ocorrido.

Por ora, informa que os fatos relatados serão devidamente apurados por meio de processo administrativo, ferramenta legal utilizada no serviço público para apurar e aplicar as medidas cabíveis em face do ocorrido.

Outrossim, ressalta que o processo administrativo tem como objetivo ouvir as partes envolvidas e colher todas as evidências disponíveis, de forma a elucidar-se os fatos para, somente então, concluir-se pela eventual responsabilidade."


Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.