Domingo, 21 de julho de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
SEGURANÇA
01/12/2020 07h27

Morador de Tubarão, PM baleado em Criciúma continua no hospital

Quadro de saúde de soldado inspira cuidados; carros usados no crime são encontrados em Nova Veneza

Atualização (10h15): A polícia encontrou na manhã desta terça (1º) 10 carros utilizados pelos criminosos. Os veículos estavam em um milharal em Nova Veneza e, segundo a polícia, eram de "alta potência e grande valor comercial".


A PM de Tubarão confirmou que o policial atingido, Jeferson Luiz Esmeraldino, continua no hospital e apresenta um quadro de saúde que inspira cuidados. O Sul Agora confirmou com a PM que o soldado mora em Tubarão e trabalha no batalhão de Criciúma. 


De acordo com o portal Engeplus, os bandidos deixaram para trás uma carga de mais de 200 quilos de explosivos. Os artefatos estavam armados e precisaram ser desativados pelo Esquadrão Antibombas do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar de Santa Catarina. Foram mobilizadas cinco equipes de Florianópolis para retirar os explosivos, totalizando aproximadamente 20 policiais. O artefato foi instalado em um veículo Fiat Mobi, que estava estacionado ao lado do banco.


O governador Carlos Moisés dará uma coletiva de imprensa, direto de Criciúma, às 10h30.


Quadrilha sitia Criciúma e faz reféns em assalto a banco


Quatro pessoas foram detidas com cerca de R$ 810 mil, em Criciúma. Segundo a polícia, o grupo alegou que pegou o dinheiro do chão e não teria ligação com o assalto a banco registrado no começo dessa madrugada (1º) no Centro da cidade. O caso segue sendo investigado.


A noite de terror em Criciúma começou após um grupo fortemente armado invadir a tesouraria regional do Banco do Brasil, provocar incêndios, bloquear ruas e acessos à cidade, usar reféns como escudos e atirar várias vezes.


Segundo a Polícia Civil, cerca de 30 pessoas encapuzadas participaram da ação simultânea. O bando também atacou o Batalhão da Polícia e ateou fogo a um veículo.


A ação da quadrilha também teve reflexos em Tubarão. O túnel do Morro do Formigão, na BR-101, foi interditado com o uso de um caminhão incendiado para evitar que reforços policiais chegassem à cidade. A passagem foi liberada por volta das 2h desta terça após os bombeiros atuarem na ocorrência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Uma quadrilha do crime organizado, que é especializada em assalto a banco. A gente chama de modalidade 'novo cangaço'. Eles fazem assaltos simultâneos, atacam quartéis, como atacaram no batalhão também", disse o tenente-coronel Cristian Dimitri Andrade, do 9ª Batalhão da Polícia Militar (9º BPM), ainda na madrugada.


A ação durou pouco mais de uma hora. Um policial militar e um vigilante, ambos de Criciúma, ficaram feridos. O agente atingido no abdômen passou por cirurgia no Hospital da Unimed. O quadro dele é estável.


Na manhã desta terça-feira, o esquadrão antibombas atuou para desarmar supostos explosivos amarrados em postes perto da agência alvo da ação. Ainda não há informações sobre o material recolhido e a quantidade de dinheiro levada.


Nas calçadas e nas ruas próximas da ação foram encontradas várias cápsulas de munição, inclusive de fuzil. O prefeito Clésio Salvaro (PSDB) disse que os reféns foram liberados sem ferimentos. Os homens mostrados em imagens divulgadas em rede social sentados em uma rua, usados como uma barreira pela quadrilha, eram funcionários do município que pintavam faixas de trânsito.


  • 1 / 5
  • 2 / 5
  • 3 / 5
  • 4 / 5
  • 5 / 5
Redação / Fotos e vídeos: redes sociais (matéria atualizada às 10h15)
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.