Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
SEGURANÇA
27/04/2021 08h05

'Foi desesperador', diz ciclista que escapou de acidente com trem na região

As imagens foram feitas no último sábado na região, em Pescaria Brava

O flagrante de uma ciclista agarrada a um muro de pedra, para evitar ser atingida pelos vagões de um trem, ganhou repercussão ontem em todo o Estado.  


Segundo a Ferrovia Tereza Cristina (FTC), as imagens foram feitas no último sábado na região, em Pescaria Brava, e toda a ocorrência foi acompanhada pelas câmeras de monitoramento da concessionária da malha ferroviária. A ciclista Mariane Souza, que é de Imbituba, não se machucou e conversou com o jornal Diário do Sul sobre o momento que, segundo ela, serviu como lição de vida.


“Nós fomos ali conhecer o local, que é bastante famoso entre os ciclistas e a população. Como era sábado, perto do meio-dia, não imaginávamos que haveria a circulação do trem. Estávamos eu e uma colega. Paramos para uma foto e, de repente, o trem apareceu. Foi tudo numa fração de segundos. Tentei correr o máximo que pude, mas tive que escolher entre continuar correndo e ser atingida pelos vagões ou ir para o lado e tentar me proteger”, conta Mariane.


Quem gravou o vídeo foi a colega da ciclista, que conseguiu sair do vão por onde o trem passa. “Ainda bem que saímos ilesas e serviu de lição. Deixo aqui meu apelo aos ciclistas e a todos que estão indo ali para não fazer isso. Foi desesperador. Eu vi o perigo de perto e não vale a pena. Justamente por ver que muita gente vai lá, foi uma ilusão”, reflete a ciclista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Após o flagrante, a Ferrovia Tereza Cristina reforçou o alerta para que as pessoas não circulem próximo aos trilhos. Segundo a FTC, como o índice de ocorrências com trens é menor do que os rodoviários, muitas pessoas acabam não respeitando a sinalização ferroviária e os flagrantes são diários, seja de pessoas pedalando, andando ou fazendo fotos sobre os trilhos. Até gestantes já foram vistas nesses locais fazendo ensaios fotográficos.

Um outro vídeo, divulgado em abril deste ano em um perfil de Instagram, mostra uma jovem e um fotógrafo tirando fotos próximos a um trilho no bairro Congonhas, em Tubarão, enquanto um trem passa por eles. Na filmagem, é possível ouvir o aviso sonoro feito pelo trem assim que o maquinista observa a dupla.

Número de acidentes na ferrovia

Segundo a concessionária, em 2020 foram oito batidas envolvendo carros ou motos ao longo dos 164 quilômetros de ferrovia. Um atropelamento também foi registrado ano passado. Neste ano, foram mais seis acidentes - cinco batidas e um atropelamento. Entre as ocorrências, duas pessoas morreram de 2020 até o momento.

“A FTC possui inúmeros sistemas de segurança e sinalização, sinais luminosos e sonoros, inclusive o apito da locomotiva que possui uma intensidade controlada por NBR e Denatran, na qual torna o apito do trem perceptível em uma grande distância, alertando os transeuntes sobre a passagem do trem, mas infelizmente ainda há pessoas que se colocam em risco”, explicou em nota a ferrovia.

Fonte: Diário do Sul
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.