Domingo, 19 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
13/12/2023 07h39

Operação Natal Seguro do Imetro-SC fiscaliza mais de 17 mil produtos no Estado

Tubarão foi uma das cidades que recebeu a operação. Dos 17.050 produtos fiscalizados, 222 estavam com alguma irregularidade

Mais de 17 mil produtos foram fiscalizados pelo Instituto de Metrologia do Governo de Santa Catarina (Imetro-SC) na Operação Natal Seguro.

Em SC, houve ações em seis cidades, simultaneamente: Joinville, Itajaí, Brusque, São José, Tubarão e Chapecó.

Dos 17.050 produtos fiscalizados, 222 estavam com alguma irregularidade e foram apreendidos. As empresas notificadas têm um prazo de 10 dias para apresentarem defesa ao Instituto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com a proximidade da data que movimenta o comércio, fiscais foram às ruas para verificar a segurança e qualidade dos brinquedos, bicicletas e luminárias natalinas que estão sendo vendidas. A ação ocorreu em parceria com o Inmetro em todo o país.


O presidente do Imetro, Alexandre Soratto, explica que o objetivo da operação é trazer mais segurança para o consumidor.


“O selo do Inmetro no produto indica que ele passou por testes e está em conformidade com as normas de segurança”, alerta.


No caso de brinquedos e bicicletas, a ação buscou identificar produtos que não tenham passado pelo processo de avaliação da conformidade. Já em relação às luminárias natalinas, os fiscais verificaram as informações obrigatórias para o consumidor e o padrão brasileiro de plugues e tomadas.


Denúncias e orientações


Consumidores que desconfiarem de irregularidades devem entrar em contato pela Ouvidoria do Imetro-SC pelo e-mail ouvidoria@imetro.sc.gov.br ou pelo telefone 0800 643 5200 (segunda a sexta-feira, das 12h às 19h).


O diretor da Conformidade do Imetro, Maurício Marques Nazário, orienta que os consumidores fiquem atentos às especificações contidas nos produtos que desejam comprar.


“Muitos destes produtos entram no país de forma clandestina, principalmente nesta época do ano quando o comércio ilegal toma conta das ruas e pontos de venda. Uma luminária natalina, por exemplo, se não tiver um fio ou plugue adequados, pode provocar um incêndio. Os requisitos obrigatórios devem estar informados em português no produto, referentes à tensão, corrente e potência máxima do conjunto, além do nome, marca ou logomarca do fabricante ou do importador”, alerta.


Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Governo do Estado - Foto: Imetro-SC
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.