Sexta-feira, 22 de outubro de 2021
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
BRASIL
14/10/2021 13h21

Bolsonaro veta nome de João Goulart em rodovia

Presidente alega prática dissonante com estado democrático

O presidente Jair Bolsonaro vetou um projeto de lei que dava à quase totalidade da rodovia BR-153 o nome de João Goulart, presidente deposto pelo golpe militar de 1964. O veto foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (14).


Bolsonaro argumentou que homenagens a personalidades da história brasileira não podem ser inspiradas "por práticas dissonantes das ambições de um Estado Democrático."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O projeto dava o nome de Jango ao trecho da BR-153 que vai de Marabá, no Pará, a Cachoeira do Sul, no Rio Grande do Sul, o que perfaz cerca de 3,3 mil dos 3,5 mil quilômetros da rodovia.


Em nota, o neto do ex-presidente, Cristopher Goulart, lamentou a decisão de Bolsonaro e disse que o veto representa "a contradição tosca e patética dos tempos em que vivemos".


"É de se lamentar que Bolsonaro tenha vetado o nome de João Goulart em rodovia, alegando que Jango representaria 'prática dissonante com o Estado Democrático'. Um exemplo da contradição tosca e patética dos tempos em que vivemos, onde um apoiador de torturadores e de regime militar veta um presidente marcado na história justamente por defender a democracia plena e as reformas de base", escreveu Cristopher Goulart.

Fonte: G1 - Foto: Divulgação
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.