Domingo, 16 de junho de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
SAÚDE
07/03/2021 19h53

Possível lockdown não é descartado pelos prefeitos da região

No entanto, nenhuma decisão oficial foi tomada. Eles terão nova reunião nesta segunda-feira (8)

O prefeito Joares Ponticelli e o diretor-presidente da Fundação Municipal de Saúde, Daisson Trevisol, participaram no fim da tarde deste domingo (7) de uma reunião virtual com todos os prefeitos da Amurel sobre o panorama da pandemia de coronavírus na região. Entre as medidas que podem ser adotadas, estão o endurecimento das medidas dos decretos em vigor até a decretação de algum tipo de lockdown por uma ou duas semanas. 


O Comitê Consultivo de Crise, formado na cidade de Tubarão, que congrega os responsáveis pelos hospitais Socimed e HNSC, clínicas, Unisul e Fundação de Saúde, fez um relato da atual situação do sistema de atendimento na cidade, que também atende pessoas de toda a região.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O diretor técnico do Hospital Nossa Senhora da Conceição, Chafic Esper Kallas Filho, e o do Hospital Socimed, Marcelo João Losso, apresentaram os números de ocupação das entidades de saúde. Ambos estão com 100% de ocupação da UTI e quase 100% da enfermaria. Prefeitos das cidades que possuem hospitais também relataram a lotação máxima dos estabelecimentos.


O médico infectologista Rogério Sobroza e o presidente da FMS, Daisson Trevisol, também falaram sobre medidas que poderiam ser efetivas, para tentar amenizar o contágio da doença, e um consequente desafogamento no atendimento.


Todos os prefeitos ficaram bastante sensibilizados com os relatos e passaram a discutir as possíveis medidas a serem adotadas, que vão do endurecimento das medidas dos decretos em vigor até a decretação de algum tipo de lockdown por uma ou duas semanas.


No entanto nenhuma decisão oficial foi tomada, já que os prefeitos preferiram aguardar a manifestação do governo do Estado nesta segunda-feira (8), quando findam os efeitos do último decreto estadual sobre o assunto.


Também decidiram discutir, durante esta segunda-feira (8), a adoção de medidas em conjunto com as outras duas regiões do Sul, Amrec e Amesc. Reuniões nesse sentido serão marcadas pelo presidente da Amurel, prefeito de Pescaria Brava, Deyvisonn da Silva de Souza.


“Estamos vivendo o pior momento em termos de ocupação de hospitais e infecção pelo vírus. Se medidas mais duras forem aprovadas pelos prefeitos da região, ou mesmo pelo Estado, não seremos voz destoante. Não dá para esperar mais. Temos que tentar tudo o que os especialistas indicam como positivo, para amenizar a situação”, enfatizou Ponticelli.

Redação - Foto: Divulgação
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.