Quarta-feira, 24 de abril de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
MUNDO
06/02/2024 15h46

Mulher que acusa Daniel Alves foi impedida de sair do banheiro, afirma sócio da boate

Segundo ele, a mulher tinha receio de ser desacreditada

A mulher que acusa Daniel Alves por crime sexual tentou sair do banheiro em que entrou com o jogador, mas foi impedida. É o que disse o sócio da boate Sutton, onde o caso aconteceu, em depoimento no segundo dia de julgamento do brasileiro.


Outras testemunhas foram ouvidas. Nesta quarta-feira (7) acontece a última sessão, com a oitiva do jogador e de mais testemunhas.


Robert Massanet, sócio da boate, definiu como “alterada” o estado da mulher e que teve dificuldade em convencê-la a acionar o protocolo de agressão sexual.


Segundo ele, a mulher tinha receio de ser desacreditada. “Me disse que não iam acreditar. E que havia entrado de maneira voluntária (ao banheiro), que logo quis sair, mas não podia. Estava bastante afetada.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele relatou que a viu chorando junto de um segurança, quando ouviu sobre a acusação de assédio. 


No depoimento, também foi apontado que Daniel Alves passou por eles e foi apontado pela mulher. Massanet também a perguntou se ela havia sofrido penetração, o que foi confirmado pela mulher.


Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.