Sexta-feira, 25 de setembro de 2020
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Buscar
Fechar [x]
GERAL
14/11/2019 07h31

Unisul deve receber valor global de R$ 300 milhões em parceria fechada com o grupo Ânima

Assinatura de contrato para que o grupo administre a universidade ocorreu nessa quarta-feira

Por um valor global de R$ 300 milhões, a Fundação Unisul e a Ânima Educação assinaram, nesta quarta-feira, uma parceria que tem como objetivo dar continuidade à história da Unisul. Trata-se de um contrato que prevê a opção de a Ânima assumir, até 4 de janeiro de 2021, a manutenção da universidade. Dirigentes da universidade e do grupo Ânima consideraram o dia como histórico para a instituição, seus funcionários e alunos, e para a própria região na qual está inserida.

Segundo declaração documental do grupo Ânima à Bovespa, o valor global da negociação é de R$ 300 milhões. Destes, R$ 20 milhões serão pagos em até cinco dias úteis após a assinatura do contrato. Outros R$ 93 milhões, ainda de acordo com o documento, serão concedidos à fundação até o fim de janeiro de 2020, para plano de reestruturação apresentado ao Ministério Público, contribuir no equacionamento das dívidas da fundação e custear a execução do plano, tudo de forma escalonada.

Como a transação depende de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e, posteriormente, de manifestação favorável da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e do MEC, será feita uma gestão compartilhada da Unisul durante o ano de 2020, tempo suficiente para a sinalização dos órgãos regulatórios e para a execução de um plano de ação já elaborado pela universidade.

A Ânima e a Fundação Unisul passam a atuar de maneira conjunta na gestão da universidade, que está presente em todos os níveis de ensino e áreas de conhecimento, com cursos de graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado, nas modalidades presencial e a distância. “A Unisul se tornará ainda mais referência nacional e pioneira na aplicação da tecnologia no ensino virtual, com resultados acadêmicos de destaque, que a consagra com o conceito máximo na avaliação do MEC”, pontua o reitor Mauri Heerdt.

Será mantida a marca da Unisul e a reitoria da universidade continuará na cidade de Tubarão, onde a instituição teve origem. Além disso, segundo o reitor, com base na qualidade de ensino da Unisul, serão destinados todos os esforços para aprimorar os atuais indicadores de desempenho acadêmico e seu status de universidade.
 
Transferência deve ser confirmada em 2021

Com a opção de transferência de mantença, que pode ser confirmada pela Ânima até 4 de janeiro de 2021, a parceria visa, acima de tudo, agregar conhecimentos e desejos em comum para dar sequência a uma trajetória que já contribuiu para a formação de milhares de pessoas.

A Ânima foi escolhida para participar desta fase de reestruturação da Unisul, que tem cerca de 2,4 mil colaboradores e docentes e aproximadamente 19 mil alunos. “Esta parceria com a Unisul está totalmente em linha com os atributos que caracterizam nosso grupo: nossa excelência em qualidade acadêmica, a valorização e respeito às pessoas, marcas e legados, além da centralidade no aluno, do zelo com os processos de aprendizagem e corpo docente e, também, nosso histórico de êxito em reestruturações de outras instituições”, afirma Marcelo Battistella Bueno, presidente da Ânima Educação.

“Termos sido escolhidos pela Unisul para perenizar seu legado muito nos honra. Logo após a aprovação do Cade, daremos as mãos para dar continuidade à construção de um belo futuro dessa linda história da Unisul”, completa.

Educação

A Ânima foi responsável pelo primeiro desenho do gênero no Brasil, a partir da experiência entre a Fundação Cultural de Belo Horizonte  e o Centro Universitário de Belo Horizonte. “Com essa parceria, a Unisul qualifica a sua missão de impactar a vida das pessoas”, completa o reitor da Unisul, Mauri Luiz Heerdt. Para o presidente da Fundação Unisul, professor Sebastião Salésio Herdt, “a parceria com a Ânima Educação é uma solução inovadora, e vai permitir a reestruturação da instituição e agregar valor à sua performance como universidade”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ministério Público aponta que dívida da universidade ultrapassa os R$ 700 milhões

Para proteger a finalidade social da Fundação Unisul, a 4ª Promotoria de Justiça de Tubarão acompanhou a transação que envolve a opção de parceria entre a Unisul e o grupo Ânima. O Ministério Público concordou com o negócio jurídico para impedir o fechamento da Unisul, “que por problemas de gestão está sem liquidez e não consegue fazer mais nenhum pagamento a curto prazo. A Fundação Unisul possui um valor global de dívidas que passa de R$ 700 milhões. São débitos tributários, trabalhistas e por contratos firmados com instituições bancárias e fornecedores”, aponta o MP.

“A situação financeira da Fundação Unisul vem se deteriorando ao longo dos últimos anos, e se agravou a partir de 2015/2016, gerando pendências com o fisco, com os trabalhadores e com fornecedores. A concordância com o negócio jurídico partiu da premissa do impacto negativo do fechamento da Unisul para os alunos (cerca de 19 mil), para os trabalhadores e para economia da cidade e região”, comentou o promotor de Justiça Sandro de Araújo.

A 4ª Promotoria de Justiça de Tubarão vem acompanhando a situação financeira da universidade, um dos três negócios da Fundação Unisul, com a instauração de procedimentos quanto às prestações de contas e irregularidades por atos de gestão, sendo que o último procedimento relacionado à situação financeira foi instaurado em 2017. “Apesar do contrato com a Ânima, a apuração de responsabilidades sobre irregularidades e desvios financeiros em prejuízo da Fundação Unisul continuará”, diz o MP.
 
“Modelo precisava de readequação”, diz prefeito

De acordo com o presidente do Conselho Curador da Fundação Unisul e prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, a parceria foi construída por diversas mãos, sempre com transparência e responsabilidade. “O atual modelo da Unisul durou 55 anos, precisava de readequação face ao cenário de mudança educacional no país. A parceria com a Ânima não irá apenas sanear a Unisul, mas permitirá a sua organização e planejamento para os próximos 50 anos e a tornará referência de ensino superior em Santa Catarina e no Sul do Brasil”.

Fonte: Diário do Sul
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia