Quarta-feira, 29 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
27/03/2024 13h57

Traduzida para o guarani, cartilha sobre a Lei Maria da Penha é entregue em aldeia de Imaruí

O encontro em Imaruí faz parte da programação da campanha informativa Março é Delas

A Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cevid) do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) promoveu, na última sexta-feira (22), um encontro na aldeia Tekoá Marangatu, em Imaruí. Foi apresentada a cartilha traduzida para a língua guarani sobre a Lei Maria da Penha e os tipos de violências contra a mulher.


Idealizada pela Cevid do TJSC, em parceria com o Conselho Estadual dos Povos Indígenas (CEPIn) e apoio do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), a ação faz parte do projeto Lei Maria da Penha e as Mulheres Indígenas, que tem como objetivo promover o acesso dos povos indígenas a informações sobre o direito das mulheres de viverem em ambientes sem violência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O encontro em Imaruí faz parte da programação da campanha informativa Março é Delas, da Cevid, sobre as mulheres e seus direitos, com atividades durante todo o mês de março.


Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.