Quinta-feira, 30 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
01/11/2023 06h51

Projeto prevê prioridade de vaga em creche próxima da residência dos pais

Proposta foi apresentada na Câmara de Vereadores de Capivari de Baixo nesta semana

O Projeto de Lei 023/2023, de autoria da vereadora Bia Alves, apresentado na noite da última segunda-feira (30) na Câmara de Capivari de Baixo, prevê que o atendimento de crianças em Centros de Educação Infantil (CEI) deve ocorrer em locais próximos de onde moram seus pais ou responsável legal.

Pelo texto, a garantia de vagas em creches próximas deve privilegiar crianças menores de quatro anos, conforme disponibilidade e seguindo os critérios de prioridade, como: criança com atraso no desenvolvimento, deficiência ou doença rara; mãe, pai ou responsável legal trabalhador; baixa renda; vulnerabilidade; risco nutricional; e mãe ou pai solo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A autora justificou que “todas as crianças têm direito à educação e seria importante que cada uma tivesse a oportunidade de estudar próximo dos seus lares. Infelizmente, no momento, o município não consegue atender a todos, então, minha sugestão com o projeto foi estabelecer prioridades, como as crianças com deficiência e de baixa renda. Muitos não têm locomoção para levar seu filho com segurança para a escola em outro bairro, em algumas vezes vão na chuva e no frio. Por isso, este projeto é necessário”, defende Bia Alves.

Após apresentada, agora a proposta segue para as comissões da Câmara.
 
Para conferir todos os projetos, requerimentos e indicações, clique aqui.

Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.