Sábado, 23 de outubro de 2021
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
03/07/2020 08h06

Pedágios: concessão deve ser assinada na segunda-feira

A previsão é de que a tarife gire em torno de R$ 2,10 após atualização

A assinatura do contrato de concessão do trecho da BR-101 Sul, em Santa Catarina, pelo Grupo CCR, deve ser realizada nesta segunda-feira (6). O ato de outorga foi publicado no Diário Oficial da União na quinta-feira (2). Somente após a assinatura a empresa poderá dar início à instalação das praças de pedágio no trecho entre a cidade de Paulo Lopes e a divisa com o Rio Grande do Sul.

São previstas quatro praças entre os 220 quilômetros da rodovia. Na região, as praças estarão concentradas em Laguna (Km 298, divisa com Imbituba) e Tubarão (Km 346, fronteira com Treze de Maio e Jaguaruna). As demais estão previstas para Araranguá (Km 408, divisa com Maracajá) e São João do Sul (Km 460, fronteira com Passo de Torres).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com a ANTT, a previsão é de que as cancelas comecem a funcionar até, no máximo, 13 meses após a assinatura do contrato (um mês para a assunção + 12 meses para a execução dos trabalhos iniciais e o cumprimento dos demais requisitos contratuais).


Assim como ocorre em todo o país, a Concessionária deverá implantar o Sistema de Ajuda ao Usuário (SAU), que contará com quatro postos de atendimento distribuídos ao longo de toda a rodovia.

De acordo com o projeto, são quatro ambulâncias tipo C, duas ambulâncias tipo D, dois caminhões-pipa, dois caminhões para apreensão de animais, três guinchos leves e dois guinchos pesados, entre outros, disponíveis aos usuários. O grande diferencial dessa concessão são as benfeitorias previstas para os usuários, que terão maior segurança e tecnologia ao longo do trecho leiloado.


De acordo com o contrato, serão gerados quase quatro mil empregos com a concessão, com previsão de retorno de R$ 645 milhões aos municípios, por meio da arrecadação da alíquota de ISS (Imposto Sobre Serviços). Além disso, a concessão vai permitir um incremento no turismo da região.


Valor da tarifa

A concessão de 30 anos foi vencida pelo grupo CCR, que apresentou tarifa básica de pedágio no valor de R$ 1,97, cerca de 61% mais barato que o preço máximo, que deve sofrer alterações por ter sido planejado com base em estudos de agosto de 2019. A previsão é de que a taxa gire em torno de R$ 2,10 após atualização.

Fonte: Diário do Sul
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.