Quinta-feira, 01 de outubro de 2020
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Buscar
Fechar [x]
GERAL
13/02/2020 13h55

O poder público deve investir no Carnaval?

Leia na coluna de Lúcio Flávio

Numa conversa recente, alguém me disse que o poder púbico não deve investir no Carnaval. Com tanta coisa faltando, não se pode gastar com festa, é o argumento – e como se pode contra-argumentar quando falta dinheiro para serviços básicos como saúde e educação?


Mas é possível, sim: o setor de turismo fez as contas recentemente e calculou que o Carnaval deve movimentar R$ 8 bilhões na economia do país, atraindo milhares de turistas do exterior, inclusive. Mais de 25 mil vagas temporárias são criadas, em função dos festejos, país afora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nem precisa ir muito longe. Quanto Laguna fatura com o Carnaval? A prefeitura arrecadaria o mesmo com a festa, se não tivesse o famoso Carnaval e seus vários blocos? Mas hoje há, infelizmente, essa confusão entre investimento, que gera retorno, e despesa.


E assim se vai cortando o apoio público para nossas manifestações culturais, deixando de fomentar um setor importante da economia, que geraria empregos e renda e retornaria em impostos para os cofres públicos.


Até o coronavírus foi usado, nas redes sociais, como argumento para cancelar os festejos. Tem também aqueles que dizem que o Carnaval é aquela promiscuidade, de golden shower pra baixo, que tem que acabar mesmo. Mas aí é mais por motivos religiosos ou políticos.


Tem ainda os que acham que o poder público não pode investir em nada além de saúde e educação. Aí vamos definhando na cultura, vendo nossos museus pegarem fogo. Se o governo não apoia o esporte, menos jovens são tirados da miséria, aumentando a violência.


Sem investimento na ciência e na tecnologia, o governo nos condena ao atraso. O país não se desenvolve. Não ganhamos Oscar, não ganhamos Prêmio Nobel. Só ganhamos Copa do Mundo, e somos reconhecidos como o país do futebol, mas também somos o país do samba e do Carnaval. Deveria ser incentivado, porque isso atrai turistas e divisas. É um investimento, não é despesa.

Fonte: Lúcio Flávio/Região em Destaque/Sul Agora - Foto: Elvis Palma
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia