Quinta-feira, 30 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
08/02/2024 13h48

Mulher que agrediu casal gay em SP é acusada de golpe em Tubarão

As acusações que pesam sobre Jaqueline são de extorsão, ameaça e participação em 'golpe da publicidade'

A empresária Jaqueline Santos Ludovico, de 33 anos, investigada pela Polícia Civil de São Paulo após aparecer em um vídeo agredindo e ofendendo um casal gay em uma padaria, é acusada de golpe de R$ 200 mil em Tubarão.


As acusações que pesam sobre Jaqueline são de extorsão, ameaça e participação em um esquema conhecido como “golpe da publicidade”. A informação é do jornalista Ulisses Campbell, na coluna True Crime, do jornal O Globo.


De acordo com a reportagem, a empresária é dona de uma empresa de marketing e foi contratada, em 2021, para fazer anúncios na internet. Mesmo sem ver os anúncios no ar, o contratante diz ter feito pagamentos esporádicos à empresária. Ao perceber que a publicidade não estava sendo feita, ele pediu à Justiça a devolução de um total de R$ 200 mil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o processo, Jaqueline não conseguiu comprovar que fez os anúncios contratados. Ela teve duas contas bancárias bloqueadas, mas seu saldo era de pouco mais de R$ 5 mil.


O contratante disse à Justiça, ainda, que foi ameaçado e extorquido por Jaqueline para fazer os depósitos, caso contrário o nome da empresa seria colocado em uma lista de restrições da Receita Federal. O processo ainda tramita na Justiça catarinense.


Agressão e homofobia


O episódio de agressão e homofobia em São Paulo ocorreu na madrugada de sábado (3), em uma padaria da zona oeste da cidade. As vítimas são o assessor de imprensa Rafael Gonzaga e o engenheiro civil Adrian Grasson, ambos com 32 anos.


A confusão teria começado após uma discussão no estacionamento da loja. Já dentro do local, a mulher teria avançado contra o casal e proferido ofensas homofóbicas.


“Só que eles acham que são viados e podem fazer o que eles querem, até onde a gente está… de boa. E está achando que pode fazer o que quer, porque dá o c*. E os valores estão sendo invertidos, tá?! Tá bom?! Eu sou de família tradicional, tenho educação. Diferente dessa porra aí”, disparou.


Em outro momento, ela disse que é “branca”, afirmou que é “mais macho” que Adrian e o chamou de “lixo”. “Você nasceu homem”, pontuou.


Rafael Gonzaga saiu com o nariz sangrando após as agressões físicas. O casal registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Raciais e de Delitos de Intolerância (Decradi), na segunda-feira (5). A empresária foi intimada a esclarecer o ataque homofóbico.


Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.