Quinta-feira, 30 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
31/10/2023 07h27

Foguete e sonda espacial são instalados no Parque Astronômico de Criciúma

Equipamentos chegaram ao parque nesta segunda-feira

Os novos equipamentos para apreciação e estudo do Parque Astronômico Municipal Albert Einstein E=mc² começaram a ser instalados na manhã desta segunda-feira (30), em Criciúma.

O foguete, de nove metros de altura, o míssil de quase três metros e a sonda espacial, de quatro metros, serão entregues oficialmente à população durante as comemorações dos 98 anos de emancipação político-administrativa de Criciúma, no próximo sábado (4), em solenidade programada para as 16h30.
 
“Esses novos equipamentos são muito mais do que simples objetos para apreciação. Eles servirão como instrumento de pesquisa para nossos estudantes, proporcionando uma experiência com peças originais. São objetos que vieram para enriquecer esse grande fomento à ciência e ao turismo, que é o Parque Astronômico”, ressaltou o prefeito Clésio Salvaro.
 
As maquetes foram adquiridas junto à Força Aérea Brasileira (FAB), com doação coordenada pelo Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), localizado em São José dos Campos (SP).

Os equipamentos são compostos por peças originais, de projeto com pequenas alterações para que possam ser afixados para exposição. Todos passaram por um processo de desmilitarização, onde os componentes internos foram removidos para facilitar o transporte, a instalação e evitar riscos aos operadores e à população. Portanto, as maquetes continuam sendo uma representação fiel ao projeto aerodinâmico original.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o chefe da Divisão de Mecânica do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) da FAB, major engenheiro Arruda, os foguetes VS-40 e Sonda II foram utilizados em experimentos científicos como rota tecnológica para o desenvolvimento de satélites.

Já o míssil MAA-1 é um projeto nacional, que representou avanços no desenvolvimento de tecnologias sensíveis de defesa nacional. O míssil teve o seu uso descontinuado após a suspensão das atividades da empresa desenvolvedora.
 
“Os criciumenses receberão três grandes presentes da FAB. Esses equipamentos são fruto de muito trabalho e horas de desenvolvimento, suportados por toda a sociedade brasileira”, afirmou Arruda.
 
Sobre os equipamentos
 
O foguete, modelo VS-40, é um veículo suborbital de dois estágios a propulsão sólida, com capacidade para efetuar missões com cargas úteis científicas e tecnológicas de até 500 kg em trajetórias de 650 km de apogeu. Até então, foram realizados três lançamentos, sendo dois no Brasil e um na Noruega. O míssil, modelo MAA-1, é um instrumento de curto alcance para combate aéreo, guiado por infravermelho.
 
Já a sonda espacial (Sonda II) foi o primeiro foguete cujo projeto, fabricação estrutural, propelente e proteção térmica foram desenvolvidos pelo DCTA, da FAB. A última versão possui massa de decolagem de 370 kg, com apogeu de 50 a 100 km e capacidade para 20 a 70 kg de carga útil. Ao todo, já foram lançados 61 foguetes tipo Sonda II.
 
Os equipamentos foram transportados pelas empresas Fontanella Transportes e Destak Logística e Transportes e ficaram, nos últimos dias, armazenados no 28º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC) Grupo Severiano Martins da Fonseca.

Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.