Quinta-feira, 02 de dezembro de 2021
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
18/08/2020 08h35

Carteiros e atendentes da região aderem à greve nacional dos Correios

Cerca de 100 mil funcionários devem parar as atividades no país por tempo indeterminado

Funcionários dos Correios decidiram entrar em greve em todo o país em protesto contra a retirada de direitos, e também pela falta de ações para proteger os empregados durante a pandemia. Na região de Tubarão e Criciúma, cerca de 40% dos trabalhadores, entre carteiros e atendentes, já estão parados na manhã dessa terça-feira (18).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o dirigente do  Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos e Similares (Sintect/SC) de Santa Catarina, Jeferson da Rocha, a greve começou às 22h dessa segunda (17). “Houve a revogação do atual Acordo Coletivo que ainda estava em vigência. Os Correios propõem uma proposta de exclusão de 70 das 79 cláusulas desse acordo. Isso gera uma redução de 40% nos salários. Nesse primeiro momento, cerca de 40% e 50% dos trabalhadores já estão parados aqui na região Sul, entre Paulo Lopes e Passo de Torres. A maior parte deles são carteiros. A parte administrativa foi a única que não aderiu à greve”, explica Jeferson.

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect) estima que mais de 100 mil funcionários irão cruzar os braços por tempo indeterminado em todo o país. Em resposta à paralisação, os Correios teriam informado que existe um plano para manter o atendimento à população.

Fonte: Guilherme Corrêa / Sul Agora
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.