Sábado, 25 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
11/02/2024 08h03

Alexandre de Moraes é chamado de ditador em perfil da Câmara, que diz ter sido hackeada

A Casa Legislativa acionou autoridades policiais e medidas de segurança foram tomadas. A Câmara também fará uma investigação interna

Uma publicação no perfil oficial da Câmara dos Deputados na rede social X (antigo Twitter) chamou o ministro Alexandre de Moraes de "ditador". O post foi apagado cerca de 15 minutos após ser publicado. Em nota, a Câmara afirmou que a conta foi hackeada e que fará uma investigação interna.


O que aconteceu


O post diz que o ministro "destrói a democracia" e orquestra um golpe de Estado, ao lado do presidente Lula (PT). A pessoa autora da publicação diz que "será caçada", mas está "lutando contra".


Além disso, o texto pede para que a postagem seja republicada por Jair Bolsonaro (PL) e outros aliados. O post foi publicado dois dias depois de Moraes autorizar uma operação da Polícia Federal que prendeu aliados do ex-presidente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em nota, a assessoria de imprensa da Câmara informou que as senhas de acesso foram "imediatamente trocadas" após a invasão. Ela classificou a mensagem como "injuriosa" e disse que está "empenhada" em melhorar os processos de segurança.


A Casa Legislativa acionou autoridades policiais e medidas de segurança foram tomadas. A Câmara também fará uma investigação interna.


Moraes tem sido acusado de "perseguição" por bolsonaristas. Ele autorizou uma operação da PF, chamada de Tempus Veritatis, que investiga suposta organização criminosa que tentou dar um golpe de Estado para manter Bolsonaro na presidência


Leia a nota completa


"A conta oficial da Câmara dos Deputados no X foi hackeada na manhã deste sábado (10) e postada uma mensagem injuriosa.


Menos de 15 minutos depois, o texto foi apagado e imediatamente trocada a senha de acesso para que novos ataques cibernéticos não sejam realizados.


As autoridades policiais e medidas de segurança foram acionadas. A Câmara dos Deputados também fará uma investigação interna.


Estamos empenhados na melhoria contínua dos nossos processos de segurança para evitar que novos episódios como esse voltem a ocorrer."


Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.