Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
SEGURANÇA
29/01/2021 08h07

Policiais militares mudam versão em depoimento do caso Diego Scott

Amigos e familiares fizeram manifestação pedindo por respostas após desaparecimento

A Polícia Militar de Laguna informou que os dois agentes que participaram da ocorrência envolvendo Diego Scott mudaram a versão do primeiro depoimento e confirmaram o transporte em viatura do morador que segue desaparecido.


Num primeiro momento, os PMs relataram que Diego, de 39 anos, teria fugido do local da abordagem. Esta informação consta no boletim de ocorrência gerado no dia 15 de janeiro, quando Diego foi visto pela última vez após ser abordado pelos agentes durante uma briga familiar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A família contestou a informação e apresentou imagens de câmeras de segurança que mostram a viatura saindo do local com Diego algemado. Depois disso, em um novo depoimento ao inquérito policial militar, aberto para apurar o caso, os agentes mudaram a versão e confirmaram que Diego foi abordado, transportado na viatura e deixado em uma área de mata na Praia do Gi.  

É nessa região que as buscas por Diego foram intensificadas nos últimos dias, com a ajuda de equipes da Divisão de Investigação Criminal (Dic), inclusive com o uso de helicóptero. Também foi ali que a PM e o Instituto Geral de Perícias fizeram a reconstituição da abordagem nesta semana, conforme o DS noticiou.

Além da PM e da Polícia Civil, o caso também está sendo apurado pelo Ministério Público local. Na tarde desta quinta-feira (28), familiares e amigos de Diego fizeram uma manifestação pedindo explicações sobre o desaparecimento.


Durante o ato, a esposa de Diego, Alessandra, disse que “todos esperam uma resposta”. “O caso está em sigilo, não nos informam nada, e o Diego continua desaparecido. Nós, da família, estamos todos os dias na rua em busca dele”, relatou.

MP diz que segue acompanhando o caso

Segundo a PM, um dos policiais que participou da abordagem está cumprindo expediente interno no quartel e o outro está afastado por orientação médica. Em nota, a 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Laguna informou que foi instaurada, no dia 22 de janeiro, uma notícia de fato, com base na atribuição constitucional para o controle externo da atividade policial e para o exercício da ação para acompanhar as investigações já iniciadas pela Dic e pela PM.


Neste mesmo dia, a companheira de Diego e o advogado que representa a família foram recebidos pela promotoria, que segue acompanhando as diligências, “a fim de que se garanta a transparência necessária a todos e que com a maior brevidade possível haja a localização de Diego Scott, além da apuração dos crimes praticados e seus autores, assegurando a futura e devida punição”.

Fonte: Diário do Sul
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.