Terça-feira, 28 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
SEGURANÇA
06/03/2024 07h54

Mulher joga água fervendo nas partes íntimas do marido após sofrer agressão

A própria mulher acionou a Polícia Militar e o Samu e relatou que praticou o ato porque tinha sido agredida pelo companheiro na frente dos filhos

Em Imbituba, uma mulher de 44 anos foi encaminhada para a delegacia após jogar água quente no órgão genital do marido.

A própria mulher acionou a Polícia Militar e o Samu e relatou que praticou o ato porque tinha sido agredida pelo companheiro na frente dos filhos.

O caso foi registrado na manhã dessa segunda-feira (4), no bairro Roça Grande. Para a PM, a mulher informou que tinha sido agredida na noite de domingo (3) e que, na manhã de segunda, ferveu uma caneca com água e jogou o líquido nas partes íntimas do marido.

A esposa também reclamou do comportamento do companheiro, falando que, na noite do Natal, ele saiu de casa e, depois, enviou para ela um vídeo em um cabaré.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O homem foi socorrido pelo Samu e encaminhado ao Hospital São Camilo com queimaduras de segundo grau, de acordo com a PM. Ele contou que a mulher também tentou jogar água quente em seu pescoço, mas errou o alvo.


O Conselho Tutelar foi acionado, já que a mulher tem três filhos menores, detalhou a polícia. A caneca usada no crime foi apreendida.

Ainda segundo a PM, ambos os envolvidos já acionaram a guarnição outras vezes. Outro filho do casal, de 19 anos, disse em outra ocasião que ambos são usuários de drogas, informou a PM.

Na noite desta terça (5), a Polícia Civil informou que instaurou um inquérito para apurar o caso.


Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.