Sexta-feira, 12 de abril de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
15/10/2020 10h26

Professora se reinventa na pandemia

Dia do Professor é comemorado hoje no Brasil

A pandemia da covid-19 mudou muitos setores. Na educação não foi diferente. As salas de aulas, antes barulhentas e cheias de alunos, ficaram vazias. No lugar, a internet se tornou ambiente escolar. E, nesse turbilhão de mudanças, os docentes precisaram se reinventar para continuar ensinando. Professora do 1º ano do ensino fundamental, Cassia Dieni Vargas Zapelini transformou e adaptou a própria casa para gravar vídeos para sua turma seguir aprendendo.

“Mudou toda a minha rotina. Minha casa está cheia de materiais escolares, sendo que alguns eu mesma confeccionei para poder gravar os vídeos. Adquiri dois tripés, tive que comprar notebook usado, pois o meu estragou e não teve conserto. Enfim, minha casa meio que virou minha sala de aula”, conta a professora de Gravatal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cassia diz que, antes da pandemia, preparava as aulas, geralmente em casa, mas tinha um horário. “Depois, com as aulas à distância, tudo ficou mais complicado. No início estava bem perdida sobre como fazer, de que maneira fazer, assim como os meus colegas professores. Atendíamos os alunos, no meu caso mais os pais, pelo WhatsApp. Por ali tirávamos dúvidas, enviávamos os vídeos e atividades. Enfim, até nos adequarmos à nova realidade, não tínhamos horário. Depois, com o tempo, fomos conseguindo organizar melhor e tentar, na maneira do possível, estabelecer horários de trabalho”, fala a professora.


Para que as aulas on-line não ficassem de difícil compreensão para os alunos, tendo em vista que são crianças de sete anos, Cassia teve a ideia de gravar vídeos com conteúdos mais interativos. “Desde o início, gravei vídeos em que apareço. Acho importante que meus alunos me vejam e que tenham um contato comigo, mesmo que por vídeo. Também porque eu os conheço, e sei qual maneira seria a melhor para realizar as explicações sobre os conteúdos para tentar manter, mesmo à distância, o aprendizado. Com o tempo, fui aprendendo, pesquisando, buscando ajuda, principalmente a do meu filho, e aprimorando a qualidade dos vídeos, que são simples, caseiros, feitos com o que se tem. Porém, feitos com muita dedicação”.


Atuante na educação há quase 20 anos, Cassia diz que a inspiração nesse momento de tantas incertezas vem de muito pensar. “Sempre gostei de inventar, fazer coisas diferentes. Os meus alunos acharam legal. Uns me enviaram áudio, dizendo que adoraram me ver de Fiona, por exemplo. Tem um vídeo sobre o folclore que, junto com meu filho Iago, foi gravado no meio do mato. Foi a maneira que encontrei de promover a aprendizagem”, completa a professora.


Apoio para melhorar a educação


Para Cassia, essa interação com os alunos, no caso da turma que leciona, só foi possível pela participação dos pais. “O meu trabalho só tem resultado por conta do empenho dos pais. O trabalho do professor é efetivo por causa da dedicação e comprometimento dos alunos em conjunto com suas famílias. Todos estamos nessa mudança e tentamos nos readequar”, afirma.


Sobre o Dia do Professor, comemorado hoje, Cassia diz que sua maior alegria é ver o crescimento do aluno. “E o brilho nos olhos de quem começa a ler as primeiras palavras. Poder fazer parte do processo para o seu desenvolvimento. Saber que o auxiliei a avançar”, diz a professora.


Sobre o que ainda precisa mudar, Cassia acredita que é preciso mais respeito com a classe. Vejo a educação de maneira geral muito desvalorizada, não só pelos governantes, mas também por parte da população. Para mim, investir em educação é o primeiro passo para se construir e ter a perspectiva de um mundo mais justo em igualdade de direitos na prática”, desabafa a docente. Ela completa que todos têm que lutar e ir em busca do direito de aprender. “Pois quando falamos em educação, falamos em aprendizado”, diz.


Data  especial


A origem do Dia do Professor se deve ao fato de, na data de 15 de outubro de 1827, o imperador D. Pedro I ter instituído um decreto que criou o ensino elementar no Brasil. Além disso, o decreto estabeleceu a regulamentação dos conteúdos a serem ministrados e as condições trabalhistas dos professores.

Fonte: Diário do Sul
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.