Segunda-feira, 27 de junho de 2022
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
14/01/2022 17h43

Procon alerta sobre golpe do falso boleto e quitação

Diante do grande número de ocorrências dessa natureza, órgão dá orientações para conferir a veracidade de boletos

O Procon de Tubarão emitiu um alerta à população sobre o chamado golpe do boleto falso vinculado à quitação de empréstimo consignado.


Funciona da seguinte forma: estelionatários entram em contato com as vítimas, as quais são beneficiárias do INSS e possuem empréstimos consignados com as instituições financeiras.


Assim, inicialmente pelo telefone, os golpistas se identificam como funcionários de bancos ou financeiras e oferecem a quitação do empréstimo com suposta condição de pagamento com menor taxa de juros ou redução total dos juros.


Quando a vítima aceita, o falso atendente encaminha o boleto para pagamento. No entanto, quando o boleto é pago, o valor cai na conta do estelionatário.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Diante desta situação, o Procon traz algumas orientações, inicialmente para se identificar a veracidade de um boleto. Verifique o código de barras - em um boleto verdadeiro, os números que aparecem nas áreas superior e inferior são exatamente iguais; os três primeiros números da sequência correspondem ao código do banco que emitiu o boleto. Esse é um primeiro indicador. Se ele não for o mesmo do banco informado no boleto, pode ser indício de um golpe.


Confira a fonte de emissão do boleto, sempre se certifique que a origem é confiável. Muitos golpistas enviam o boleto falso por e-mail, SMS ou WhatsApp, em vez de usar canais oficiais, como lojas virtuais. Então, se você fez alguma compra on-line ou acessou um site de negociação, emita o boleto através do site oficial.


Atenção aos dados do boleto bancário - erros de português são bem comuns em boletos falsos. Sempre verifique se o boleto contém informações como data de vencimento, CNPJ e nome do beneficiário. Falando no beneficiário, analise sempre seus dados.


Por fim, observe que o CNPJ do emissor deve estar descrito no boleto bancário. O beneficiário sempre deve ser a instituição financeira que o consumidor possui os empréstimos e nunca uma pessoa física.


Siga nosso Instagram e acompanhe tudo o que acontece no Sul. Agora: https://www.instagram.com/portalsulagora/ 

Fonte: Procon - Tubarão
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.