Domingo, 19 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
05/03/2024 10h11

Mulheres e negros sem cargos gerenciais na CCR ViaCosteira, em 2023

Empresa fechou o ano com 232 mulheres e 42 negros empregados, nenhum deles em cargos gerenciais

O balanço da empresa CCR ViaCosteira do ano de 2023, divulgado na semana passada em um site de um jornal de Florianópolis, mostra um dado revelador: a empresa tem 232 mulheres empregadas, mas nenhuma em cargo gerencial.


Da mesma forma, 42 negros são empregados pela concessionária, responsável pelo trecho sul da BR-101. Nenhum deles em cargo gerencial.


No dia 8 de março será comemorado o Dia Internacional da Mulher, e muitos veículos de imprensa e órgãos governamentais e instituições divulgarão números mostrando o quanto a equidade de gêneros está longe de se tornar uma realidade.


Embora o Censo 2022 tenha mostrado que as mulheres sejam mais da metade da população no Brasil (51,5%), pouco mais de um terço dos cargos gerenciais são ocupados por elas, de acordo com o IBGE (37%).


Quando conseguem ascender na hierarquia das empresas, as mulheres enfrentam outro problema: a discriminação salarial. Nos cargos gerenciais, a defasagem salarial no Brasil é de 15%, de acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Situação dos negros é ainda pior


No Brasil, de acordo com o IBGE, somente 29,5% dos cargos gerenciais nas companhias são ocupados por negros. Um dos compromissos do Pacto Global da ONU no Brasil é tentar fazer esse número chegar aos 50% até 2030.


Pensando nesse novo modelo de sociedade, onde a equidade racial seja uma realidade, a entidade, em parceria com o Movimento pela Equidade Racial e o Pacto de Promoção de Equidade Racial (Mover) assinou em setembro do ano passado uma carta para debater estratégias que promovam mais diversidade racial dentro das empresas.


Para a ONU, o documento assinado marca um posicionamento público a favor das temáticas ligas à representatividade, pertencimento e empoderamento da população negra.


O Pacto de Promoção da Equidade Racial é formado atualmente por 55 empresas signatárias, e contempla ações afirmativas para melhorar a qualidade do ensino público brasileiro e da formação de profissionais negros. No site da entidade, o Grupo CCR não aparece entre as empresas signatárias do pacto.


Leia também: CCR fatura R$ 204 milhões com pedágio, aumento de 14%


Lucro com as quatro praças de pedágio


As receitas de pedágio da CCR ViaCosteira em 2023 totalizaram R$ 204.796.000,00, um aumento de 14% em relação a 2022, e renderam um lucro líquido para a concessionária de R$ 106.429.000,00. A empresa atribui este aumento de tráfego nas rodovias ao retorno do turismo e à redução do desemprego.


Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

  • 1 / 2
  • 2 / 2
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.