Domingo, 19 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
08/03/2024 06h55

Moradora perde R$ 4 mil em golpe da maquininha de cartão

Após caso, o Procon de Tubarão alerta os consumidores sobre o golpe do display falso aplicado em máquinas de cartão

Após uma consumidora registrar uma reclamação em relação a ter sido vítima de um golpe em uma compra que era para ser de R$ 100 e foi processada em R$ 4.100, o Procon de Tubarão alerta os consumidores sobre o golpe do display falso aplicado em máquinas de cartão.

O golpista utiliza um minidisplay idêntico ao da máquina de cartão, colocando-o sobre o valor original, de modo a ocultar a transação. Outra forma se dá quando o golpista coloca um adesivo especial que não deixa a pessoa perceber que aquilo não é um display de verdade.

Com isso, o golpista consegue programar a máquina para realizar uma transação de qualquer valor. Na hora que o consumidor digita a senha aparece um valor, mas quando o consumidor verifica através do aplicativo do banco, o valor da transação é bem maior.

Nestes casos de golpe, o golpista informa ao consumidor que não aceita o pagamento em dinheiro em espécie, somente em cartão de crédito ou débito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quando o consumidor solicita o comprovante de pagamento, o golpista alega que a máquina está sem papel, ou algo do gênero, mas obviamente nunca haverá comprovante.

"Desta forma, se faz fundamental sempre verificar se não há adulteração na máquina de cartão; não digitar a senha caso não esteja conseguindo visualizar o valor da transação da máquina; verificar se não há rachadura, sujeira ou qualquer outro problema que corrompa a visualização do valor que está na máquina de cartão de débito ou crédito; ter sempre um serviço de alerta de compras em seu cartão por mensagem SMS – isso lhe permitirá descobrir o golpe no momento da compra, o que facilita contestar a transação junto ao banco/administrador do cartão e, assim, evitar que o valor vá parar nas mãos do criminoso; caso a máquina apresente algum erro durante a transação, verifique no celular se ela realmente não foi aprovada antes de digitar a senha novamente", alerta o Procon.

Como fazer uma denúncia

Caso seja vítima do golpe, a orientação é comunicar imediatamente ao banco e realizar a contestação do valor.

Posteriormente, deve-se procurar uma delegacia de polícia para registrar um BO e comparecer ao Procon, cujo telefone para dúvidas é o (48) 3621-9818, sendo que o consumidor também pode entrar em contato no e-mail procon@tubarao.sc.gov.br ou ainda registrar a reclamação presencialmente na sede do órgão, localizada no Facilita Tubarão.

Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.