Quinta-feira, 23 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
05/01/2024 07h16

Liminar impede nomeação de filho do governador como secretário

A decisão é desta quinta-feira (4) e foi dada em resposta a um mandado de segurança apresentado pelo diretório estadual do PSol

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina concedeu uma liminar que impede o governador Jorginho Mello (PL) de nomear o filho, o advogado Filipe Mello, secretário de Estado da Casa Civil. As informações são da NSC.

A decisão é desta quinta-feira (4) e foi dada em resposta a um mandado de segurança apresentado pelo diretório estadual do PSol durante a tarde.

A Procuradoria-Geral do Estado informou que vai recorrer da liminar.

Filipe Mello, filho mais novo do governador, entraria na vaga do deputado estadual Estêner Soratto (PL), que retornou para a Assembleia Legislativa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo a NSC, no despacho, de 17 páginas, o desembargador substituto João Marcos Buch cita a Súmula Vinculante do Supremo Tribunal Federal (STF) que exclui das hipóteses de nepotismo a nomeação de parentes em cargo político de confiança. Mas considera que o caso violaria os “princípios da moralidade e da impessoalidade, resultando em nepotismo”.

Buch afirma ainda, na liminar, que um decreto de 2008, do então governador Luiz Henrique da Silveira, vedou a nomeação de “cônjuge, companheiro(a) ou parente” para cargos de confiança. Por fim, diz que a nomeação do filho pelo governador não estaria respaldada em “mérito”.

Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.