Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
07/11/2020 07h06

Governo autoriza volta às aulas em regiões de nível grave em Santa Catarina

Em áreas com risco gravíssimo, agora também estão autorizadas atividades de reforço individualizadas

A Secretaria da Saúde de Santa Catarina publicou na noite desta sexta-feira (6) três portarias que alteram portarias anteriores e autorizam atividades presenciais nas escolas em regiões com risco grave para a covid-19 no mapa de risco do governo do estado, como a Amurel. Também foi permitido reforço presencial individualizado nas áreas de risco gravíssimo. Essas novas regras já estão em vigor e valem para o ensino público e particular.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A decisão foi anunciada pela governadora em exercício de Santa Catarina, Daniela Reinehr (sem partido), na tarde desta sexta. O governo destacou que a volta dos estudantes não é obrigatória e que os pais ou responsáveis podem optar por continuar os estudos dos alunos de forma remota, como ocorre no estado desde março.


Antes, as atividades presenciais só poderiam ocorrer em regiões com risco alto ou moderado para o coronavírus e as aulas de reforço individualizadas estavam autorizadas para locais com risco grave. Qualquer tipo de retorno presencial estava proibido em risco gravíssimo.


As atividades presenciais nos riscos grave, alto e moderado deve seguir as regras da portaria 778/2020, relacionadas ao Plano de Contingência Escolar, necessário para o retorno presencial. Somente escolas que tiveram o plano homologado podem voltar com o ensino presencial. Também há regras para o funcionamento de refeitórios e transporte escolar.


Fecam alerta e pede 'prudência'


Sobre as mudanças nas regras para o ensino presencial, a Federação Catarinense de Municípios (Fecam) afirmou em nota que acompanhou a reunião virtual sobre o tema na tarde desta sexta. "A Fecam mantém o posicionamento de alertar e solicitar máxima prudência dos gestores municipais, pois o registro dos infectados pelo vírus no Estado aumenta em todas as regiões, sem distinção".


Mapa de risco


No mapa de risco atualizado na quarta (4), Santa Catarina aparece com uma região em risco gravíssimo (cor vermelha no mapa), a Grande Florianópolis, outras 11 em risco grave (cor laranja) e quatro em alto (cor amarela).

Fonte: NSC Total
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.