Sexta-feira, 19 de julho de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
10/07/2024 06h44

Frei pode se tornar o primeiro santo da Diocese de Criciúma

Frei Egídio Maria Moscini serviu à comunidade religiosa da região durante quase 30 anos

Frei Egídio Maria Moscini, italiano nascido em 1884, pode se tornar o primeiro santo da Diocese de Criciúma. Ele serviu à comunidade religiosa da região durante quase 30 anos.

Em 1905, aos 21 anos, ele ingressou na Ordem dos Servos de Maria. Ele chegou ao Brasil em 1921, após uma viagem de cerca de três meses até Rio Branco, no Acre.

Em seguida, foi enviado para a cidade do Rio de Janeiro, onde serviu à Comunidade Religiosa dos Servos de Maria. Em 1947, foi transferido para o município de Araranguá (SC).

Em 1952, foi para o Seminário de Turvo (SC), onde ficou até seu falecimento em 25 de agosto de 1976, aos 92 anos de idade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No último fim de semana, a Diocese de Criciúma, durante a instalação do Tribunal Diocesano e a celebração da Santa Missa em Ação de Graças, deu início ao processo para reconhecer o frei como beato, assim como o processo de canonização.

Durante a solenidade foi apresentado o Frei Franco Maria Azzalli como postulador da causa de beatificação e canonização de Frei Egídio. O religioso italiano irá conduzir os trabalhos do grupo que é responsável por coletar documentos e depoimentos sobre o candidato que viveu boa parte da vida na cidade de Turvo e passa a ser reconhecido como Servo de Deus.

“Frei Egídio viveu sua vida com integralidade, sendo um humilde servo de Deus, um homem já considerado santo por muitos que o conheceram mesmo 48 anos após sua morte”, destaca Frei Franco.

Nesta etapa, é importante que os fiéis que tiveram contato ou alcançaram alguma graça pela intercessão de Frei Egidio possam relatar seus testemunhos à comissão instituída. Os contatos podem ser feitos pelos e-mails postulazioneosm@gmail.com ou seminarioturvo@gmail.com.

Patrono do Agricultor Familiar Brasileiro

Em novembro do ano passado, através da Lei 14.732, Frei Egídio Maria Moscini foi declarado o Patrono do Agricultor Familiar Brasileiro. A homenagem reconhece os serviços prestados pelo irmão religioso em prol dos pequenos agricultores.

Em Santa Catarina, o irmão religioso também foi declarado Patrono do Agricultor Familiar Catarinense e conta com um memorial na cidade de Turvo.

Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.