Quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
09/02/2021 13h36

Escolas particulares iniciam aulas após 11 meses

Ontem iniciaram as aulas nas escolas da rede privada; creches também voltaram

Depois de 11 meses com aulas remotas devido à pandemia de coronavírus, o retorno às salas de aula está iniciando. Ontem foi a vez de escolas da rede privada, inclusive creches. As unidades da rede pública estadual, por sua vez, retornam às aulas presenciais no dia 18.


Na Escola Técnica de Comércio de Tubarão (ETCT/Positivo), a volta foi preparada com cuidado e responsabilidade. Segundo a coordenadora pedagógica Ana Flávia Bratti Falchetti, a unidade escolar teve uma adesão considerável para o ensino presencial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 “Oferecemos as alternativas de aulas presenciais, desde educação infantil até o 3º ano do ensino fundamental, e ensino híbrido a partir do 4º ano até o terceirão, ou virtuais para todos, caso optem. Tivemos uma considerável adesão ao presencial, mas estamos suprindo todas as possibilidades trabalhando por meio da plataforma Novo Positivo On”, explica.


Além disso, Ana Flávia ressalta que a escola está cumprindo todas as regras para segurança à saúde de alunos e professores. “Estamos muito otimistas e felizes com nosso retorno”, acrescenta.


O retorno às escolas foi autorizado com base em uma série de regras sanitárias definidas pelo governo estadual e aplicadas pelos municípios. Em 8 de dezembro de 2020, o governador Carlos Moisés (PSL) sancionou o projeto de lei que considera as aulas presenciais na educação como atividade essencial durante a pandemia de covid-19.

Fonte: Diário do Sul - Foto: Divulgação
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.