Sábado, 23 de outubro de 2021
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
21/05/2020 18h52

CPI dos Respiradores inclui Moisés na lista de investigados

Motivo foi a divulgação de uma proposta de preço que teria chegado ao Estado, mais baixa

O deputado estadual Ivan Naatz (PL), relator da CPI dos Respiradores, incluiu nesta quinta-feira (21) o governador Carlos Moisés (PSL) na lista dos investigados. O motivo foi a divulgação de uma proposta de preço que teria chegado ao Estado, mais baixa do que a da Veigamed - e que teve a assinatura do governador.


O documento que chegou à Assembleia Legislativa é da catarinense Intelbrás e tem data de 24 de março. Nele, a a empresa oferece 100 respiradores por R$ 70 mil cada - metade do que foi pago à Veigamed, no dia 2 de abril.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"O termo de intenções tem datas, e elas não deixam dúvidas de que o governador tinha conhecimento, antes da licitação, de que uma empresa de SC poderia entregar os respiradores pela metade do preço. É impossível que o governador não tenha conhecimento de que o governo estava comprando (equipamentos) acima daquela proposta", afirma Naatz.


A CPI também incluiu na lista de investigados o atual secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro. Segundo Naatz, o depoimento do diretor de Licitações e Contratos da secretaria, Carlos Charlie Campos Maia, à CPI, nesta quinta-feira, indicou que Motta participou do processo de aquisição dos respiradores - o que é negado pelo Estado. 

Fonte: NSC - Foto: Julio Cavalheiro/Governo de SC
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.