Quinta-feira, 01 de outubro de 2020
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Buscar
Fechar [x]
GERAL
12/02/2020 14h39

Cobrança da taxa de esgoto pode ser suspensa em Laguna

Projeto de lei será votado pelos vereadores e depois depende de sanção do prefeito

Em meio a muitos questionamentos sobre o serviço prestado pela Casan, a cobrança da taxa de esgoto pode ser suspensa em Laguna. A medida será colocada em votação por meio de projeto de lei de autoria do vereador Patrick Mattos de Oliveira (Progressistas). De qualquer forma, ainda será necessária a sanção pelo prefeito Mauro Candemil (MDB).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O texto prevê ainda a compensação aos contribuintes pelos pagamentos feitos a partir de 16 de setembro de 2019, quando a estação de tratamento de esgoto foi interditada. "Ontem (terça-feira, dia 11), em reunião com o prefeito, ficamos sabendo que o IMA (Instituto do Meio Ambiente) deu uma multa na Casan que passa de R$ 3 milhões, além de interditar o tratamento de esgoto. A população está pagando por um serviço que não está sendo feito", justifica o vereador.


A presidente da Fundação Lagunense de Meio Ambiente, Deise Cardoso, reforça que a situação é bastante complexa do ponto de vista ambiental. "Além de que a Flama terá que exigir licenciamento completo dos novos empreendimentos por causa da ETE interditada. É um problema muito sério", lamenta ela, que participará da próxima sessão da Câmara para explicar em detalhes a situação ambiental.


Procurado pela redação do Sul Agora, o prefeito não respondeu se pretende ou não sancionar a lei, caso o projeto seja aprovado. Nos bastidores, comenta-se que sim, já que a pressão popular é grande.

Fonte: Priscila Loch/Sul Agora
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia