Domingo, 19 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
23/11/2023 10h10

Alesc destaca alternativas para promover a cultura da paz nas escolas

Entre os principais resultados apresentados, estão dez projetos de leis, visando o reforço das unidades escolares em diversos aspectos

Uma solenidade realizada nesta quarta (22) no plenário da Assembleia Legislativa marcou a entrega do relatório final do Comitê de Ações Integradas para Cidadania e Paz nas Escolas (Comseg Escolar), que ao longo de sete meses buscou alternativas com o objetivo de criar a cultura de paz nas escolas do Estado.

Entre os principais resultados apresentados estão dez projetos de leis, visando o reforço das unidades escolares em aspectos como estrutura e recursos humanos, protocolos e normas, social e publicidade. A presidência da Alesc também apresentará um ato da mesa para instituir o Observatório de Acompanhamento da Segurança Escolar.

Proposições sugeridas

- Instituir e regulamentar o Comitê Integrado para a Cidadania e Paz nas Escolas (Integra).

- Instituir e regulamentar o Observatório de Acompanhamento da Segurança Escolar.

- Criação do Sistema Estadual de Acompanhamento, Monitoramento e Gestão para Ações de Combate à Violência nas Escolas.


- Regulamentar a elaboração e implantação do Plano de Contingência Educacional para Ameaças Graves à Vida em todas as escolas.


- Estabelecer a criação do Fórum das Licenciaturas em Santa Catarina.

- Criar o Conviva, a política de convivência no ambiente escolar.

- Instituir a equipe multidisciplinar de convivência voltada à gestão do Plano Integrado para Gestão da Cidadania e Paz nas Escolas (Plin), nas 36 Coordenadorias Regionais de Educação.

- Estabelecer a criação do Programa Escola do Professor em Santa Catarina.

- Criar a Secretaria Especial de Cidadania e Cultura da Paz.

- Criar o Programa "Agentes da Paz " na Secretaria Especial de Cidadania e Cultura da Paz.

- Dispor sobre a instalação de câmeras de monitoramento nas escolas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na condição de coordenador do comitê, o presidente da Alesc, deputado Mauro de Nadal (MDB), também anunciou que o colegiado terá caráter permanente, passando a se chamar Integra. Neste sentido, foi lançada uma carta-compromisso, que propõe um pacto entre todos os órgãos e entidades participantes.

“Os projetos não se encerram por si só. Por isso que a Assembleia chama essa responsabilidade, junto com os poderes, órgãos e entidades de Santa Catarina, porque aqui realmente é o momento e o ponto em que as pessoas podem se aproximar e fazer esta discussão. E dentro desta discussão, dentro de todo o aprimoramento da legislação, nós fazemos as proposições necessárias para, em um passo seguinte, adequarmos algo que não está dando certo”.

Na visão do coordenador estadual da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, desembargador Álvaro Luiz Pereira de Andrade, as ações representarão “um grande salto de qualidade na educação, na saúde e na segurança em Santa Catarina”, tendo em vista que o desenvolvimento destas áreas está relacionado à qualidade do ambiente escolar.

Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.