Quarta-feira, 29 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
GERAL
22/12/2023 06h47

Água do mar em Imbituba registra menor temperatura do ano em dezembro

Nem no inverno, tampouco no outono, quando a água costuma ser gelada, foram registrados valores tão baixos em Imbituba neste ano

Nos últimos dias, banhistas e surfistas do Litoral Sul têm experimentado uma surpresa quando colocam o pé na água.

Mesmo com o início oficial da estação mais quente do ano nesta sexta (22), os termômetros da Epagri em Imbituba registraram a temperatura da água do mar mais baixa de 2023.

A Epagri monitora a temperatura superficial do mar (TSM) na costa catarinense há mais de cinco anos.

Os pontos de monitoramento em mar aberto são Itapoá, Balneário Camboriú e Imbituba.

Em dezembro de 2023, a TSM média diária oscilou em torno de 26ºC no Litoral Norte e 23ºC no Litoral Sul.

Porém, no último dia 13, aconteceu uma virada. Em apenas seis dias a TSM caiu quase 5ºC em Imbituba, registrando uma média diária de 18,5ºC no dia 19.

No dia 20, às 5h30, a temperatura da água do mar em Imbituba chegou a 16,4ºC, a menor temperatura da água no ano, considerando um total de mais de 30 mil registros em 2023.

"Nem no inverno, tampouco no outono, quando a água costuma ser gelada, foram registrados valores de TSM tão baixos em Imbituba em 2023", afirma o órgão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O que está acontecendo?

Esse fenômeno é comum na região, e é chamado de ressurgência costeira. Ele se caracteriza pelo afloramento de águas frias e profundas em áreas mais quentes e rasas da costa.

Na costa catarinense, especialmente no Litoral Sul, as ressurgências são comuns no verão, quando os ventos do quadrante nordeste atuam de forma consecutiva por alguns dias, gerando no oceano uma corrente que empurra as águas superficiais mais quentes para longe da costa, permitindo que águas frias e profundas alcancem a superfície.

Tecnicamente, a ressurgência observada ao longo dos últimos dias no litoral de Santa Catarina está sendo influenciada por um fenômeno climático de larga escala: uma anomalia positiva no Dipolo Subtropical do Atlântico Sul, que na região do Cabo Santa Marta intensifica a ressurgência costeira.

Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.