Quarta-feira, 22 de maio de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
BRASIL
25/11/2023 08h08

STF condena mais um catarinense pelos atos golpistas de 8 de janeiro

Ângelo Sotero Lima, morador de Blumenau, foi condenado a 17 anos de prisão

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria para condenar mais cinco réus envolvidos nos ataques golpistas de 8 de Janeiro.

Entre eles, está o réu catarinense Ângelo Sotero Lima, morador de Blumenau. As denúncias foram apresentadas pela Procuradoria-Geral da República e a decisão saiu nesta sexta (24).

O relator, ministro Alexandre de Moraes, votou pela pena de 17 anos de prisão. O placar terminou em 7 a 3 pela condenação.

Dias Toffoli, Cármen Lúcia, Luiz Fux e Gilmar Mendes seguiram a decisão de Moraes. Cristiano e Edson Fachin também votaram pela condenação, mas com pena de 15 anos.

André Mendonça, Nunes Marques e Luís Roberto Barroso seguiram pela absolvição.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com a acusação, Ângelo foi a Brasília para participar de atos golpistas com o objetivo de extinguir um governo democraticamente eleito, incluindo a decretação de intervenção militar.

Há fotos e vídeos gravados por ele mesmo mostrando sua participação ativa nos eventos, e agradecendo por ter participado de um ato “importante para o país”.

Em interrogatório, o réu alegou que sua intenção era apenas conhecer Brasília e participar de uma manifestação pacífica contra a corrupção.

Outros dois catarinenses, Gilberto Ackermann, de Balneário Camboriú, e Raquel de Souza Lopes, de Joinville, já foram sentenciados pelo STF pelos atos antidemocráticos de 8 de janeiro, no dia 23 de outubro.

Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul Agora.

Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.