Quinta-feira, 23 de setembro de 2021
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]
SEGURANÇA
02/08/2021 09h10

Dois empresários são presos e um servidor é afastado durante operação policial, em Sangão

Investigação apura fraudes em licitações para aquisição de equipamentos e serviços de informática

A Polícia Civil e o Gaeco realizam, na manhã desta segunda-feira (2), duas operações simultâneas em Sangão: a Operação Vale do Silício e a Operação Sargento Vitto II. Ao todo, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e dois empresários foram presos temporariamente. Um servidor público também foi afastado do cargo.

Segundo a Polícia Civil, a investigação começou há cerca de nove meses e apura dezenas de fraudes em licitações, além de compras diretas ilícitas e outros delitos associados, ligados a aquisições de equipamentos e serviços de informática pelo município.

As contratações, a partir de 2013, somam mais de R$ 2,2 milhões, volume que motivou o nome da operação em alusão à região norte-americana que é referência mundial no ramo de informática.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Servidor também foi afastado


Além das prisões e buscas, atendendo aos pedidos da Polícia Civil, a Justiça decretou o afastamento temporário de um servidor, a suspensão dos contratos vigentes das empresas envolvidas e o bloqueio de R$ 1,1 milhão em bens e valores.


As investigações continuam para elucidar os fatos e identificar outros envolvidos. A operação, encabeçada pela 2ª Decor (2ª Delegacia Especializada no Combate à Corrupção) (DECOR/PCSC), contou com o apoio do Instituto Geral de Perícias e de policiais civis da DIC e DTCA de Tubarão. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.


Operação Sargento Vitto II, do Gaeco


O Ministério Público, através  da  1ª Promotoria de Justiça de Jaguaruna, que acompanha as duas investigações, auxiliou na organização para que as operações ocorressem na mesma data. Embora apurem delitos e envolvidos distintos, a deflagração em separado poderia comprometer os resultados.


O nome da operação do Gaeco foi dado em homenagem a um sargento que faleceu no ano passado. Na Operação Sargento Vitto I, em dezembro, houve afastamento de prefeito e secretários de Jaguaruna. Os envolvimentos também apontavam para fraudes licitatórias e outros desvios de verba pública.


Receba outras notícias direto pelo grupo do WhatsApp Sul Agora: https://chat.whatsapp.com/CaC6v0vcYfQ1jrUDy793pZ

  • 1 / 3
  • 2 / 3
  • 3 / 3
Fonte: Redação, com informações da Polícia Civil - Fotos: Polícia Civil
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.