Quinta-feira, 22 de outubro de 2020
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Buscar
Fechar [x]
GERAL
20/09/2020 09h43

Com 50 anos de sacerdócio, morre o padre Gregório Michels

Sacerdote era natural de Braço do Norte e teve passagens por várias cidades

Natural de Braço do Norte, o padre Gregório Michels morreu na madrugada deste domingo (20), aos 83 anos. O sacerdote era vigário na Paróquia Santa Bárbara, em Criciúma


Após velório - a partir das 11 horas - e missa na paróquia onde atuava atualmente - às 13h30, o corpo será sepultado em Braço do Norte, no cemitério da comunidade de Rio Cachoeirinhas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A trajetória religiosa do padre Gregório iniciou em 1949, quando ingressou no Seminário Menor, em São Ludgero, onde ficou dois anos. Depois, em 1954, fez o ensino propedêutico em Azambuja, Brusque e, em 1956, entrou no seminário de Filosofia em Viamão (RS).


Concluiu os estudos em Filosofia em Curitiba (PR). Depois, o bispo de Tubarão o mandou estudar na Alemanha, onde cursou Teologia e foi ordenado sacerdote, em 5 de março de 1966, na cidade de Paderborn, no estado de Nordrhein-Westfalen, pelo cardeal Lorenz Jaeger. Permaneceu ainda um ano na Alemanha, trabalhando na paróquia de Trier.


Em 1967, retornou ao Brasil, e assumiu como vigário paroquial na Catedral de Tubarão. De 1968 a 1974, serviu a Paróquia São José, em Criciúma, como vigário e depois como pároco. De 1975 a 1977, foi missionário do projeto Igrejas Irmãs em Uauá, na Bahia. De 1978 a 1979 foi pároco da Paróquia Santo Agostinho, em Rio Maina.


De 1980 a 1992, padre Gregório foi pároco da Paróquia Santa Ana do Santíssimo Sacramento, em Chapada dos Guimarães, Mato Grosso, atendida pela Diocese de Rondonópolis. 


Em 1993, voltou para Santa Catarina e foi nomeado vigário de Imbituba. De 1994 a 2001, atuou como vigário, de volta à Paróquia São José. De 2002 a 2009 serviu o Hospital São José, em Criciúma, como capelão.


Desde 2010, residia na Casa São João Maria Vianney, no bairro Michel, dedicada aos padres idosos ou enfermos. E há cerca de cinco anos auxiliava a Paróquia Santa Bárbara. Em março de 2016, ele ganhou uma celebração para festejar os 50 anos de sacerdócio.

Fonte: Redação - Foto: Divulgação
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia