Sexta-feira, 21 de junho de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]

BLOGS E COLUNAS

Gratidão enorme ao Padre Raimundo

06/11/2023 15h37

Os tubaronenses iniciaram a semana com a triste notícia do falecimento do Padre Raimundo. A notícia da morte de uma pessoa é sempre uma surpresa ruim. Mesmo com a idade avançada, tendo sido hospitalizado na quarta-feira e passado por uma cirurgia, ainda assim é uma surpresa porque as informações de sexta-feira indicavam que ele se recuperava bem.


Com o passamento dele, a cidade fica um pouco órfã, porque além do líder espiritual que todo padre representa, como líderes de outras religiões também representam para seus fiéis, Padre Raimundo deixa um legado que inclui a construção da nova Catedral, a criação do Centro de Atividades da Catedral, a criação da Aproet, dentre muitas outras iniciativas e atividades.


Na literatura, escreveu vários livros e participou ativamente da Academia Tubaronense de Letras. Na educação, contribuiu para a formação de milhares de crianças ao fundar os centros de educação infantil, formando a Aproet, entidade que também contribui para a área social ao manter vários grupos da terceira idade, em diversos bairros da cidade.


No jornalismo, com sua voz marcante, estabeleceu um recorde ao apresentar por décadas o programa de maior longevidade do rádio tubaronense, o programa Sinos da Catedral, na Rádio Tubá, emissora que também dirigiu por muitos anos. Acompanhou, nestes últimos tempos, a implantação do portal da Rádio Tubá na internet e da instalação da TV Tubá.


Como líder religioso, atuou como diretor diocesano da Cáritas Brasileira e da Federação das Congregações Marianas. Foi secretário-geral da Diocese, vigário e pároco da Catedral. Também foi assessor espiritual do Movimento Familiar Cristão na Diocese e na Regional Sul, além de ter participado da construção da Casa Paroquial, do Centro de Atividades e da Catedral.


Enfim, com uma vida repleta de serviços à comunidade, desde que aqui chegou, em 1955, Padre Raimundo ficará marcado na nossa história por sua dedicação e amor ao próximo. Mas especialmente por ter abrigado milhares de desabrigados na Catedral, na enchente de 1974, num movimento que se repete a cada ameaça de enchente, como vimos neste ano.


A Torre da Gratidão, que mandou erguer depois em homenagem a todos os que ajudaram no socorro aos atingidos pela grande enchente, com um painel do nosso maior artista, Willy Zumblick, serve, neste momento, também como uma última homenagem dos tubaronenses ao querido Padre Raimundo Ghizoni. Nossa gratidão a ele é igualmente enorme.



LÚCIO FLÁVIO
Lúcio Flávio de Oliveira
Diretor de Redação do Sul Agora. Lúcio Flávio de Oliveira é formado em Comunicação Social (Jornalismo) e Direito pela Unisul e tem MBA em Gestão Empresarial pela FGV.
CARREGAR MAIS
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.