Segunda-feira, 25 de maio de 2020
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Buscar
Fechar [x]

BLOGS E COLUNAS

Bens inservíveis x bom senso

04/05/2020 15h34

Quem nunca se deparou com um bem inservível na sua rua, na calçada, em um terreno baldio ou até mesmo nas margens de rios? Uma pessoa com bom senso saberia que descartar esse tipo de lixo nestes locais é passível de multa - como o sofá mostrado na foto, abandonado na Rua Prudente de Moraes (Morro do Canudo). Além disso, é insensível com o próximo e com a natureza, e gera gastos extras para o município. 


No fim das contas, sai do meu e do seu bolso. A prefeitura não é responsável por dar a destinação adequada ao lixo clandestino depositado em estradas, ruas e calçadas. 


Às vezes, o que não tem utilidade para você tem serventia para alguém! E se mesmo assim você não conseguir doar pergunte a seus vizinhos se eles não têm bens inservíveis em casa e gostariam de se desfazer. Neste caso, poderiam dividir com você a despesa de uma caçamba de entulho. 


Fica a dica para os municípios adotarem um ponto de coleta ou ecoponto desses materiais. Acredito que o gasto hoje é maior com essa coleta de lixo clandestino do que instalar um local apropriado na cidade, onde as pessoas pudessem descartar esses materiais com a devida fiscalização para não virar bagunça.

LOUGANS DUARTE
Lougans Duarte
Empreendedor, casado, apaixonado pela minha família, pela fotografia, futebol, café e aquele happy hour com os amigos. Vou falar sobre o dia a dia na nossa região, seja por texto, fotos ou vídeos.
CARREGAR MAIS
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia