Sábado, 21 de maio de 2022
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]

BLOGS E COLUNAS

Manada

27/01/2022 08h00

A morte do escritor Olavo de Carvalho foi elucidativa.

O fato fez com que inúmeras postagens fazendo referência ao “guru” bolsonarista inundassem os grupos de whatsapp, mesmo sabendo que 99% das pessoas que as compartilharam jamais tenham lido um artigo dele. Quiçá, um livro.

No caso, basta ele ser o bastião do bolsonarismo para as pessoas o colocarem em um pedestal.

Pouco importa se, ao final da sua vida, suas teorias conspiratórias negando a pandemia tenham influenciado uma infinidade de pessoas que acabaram perdendo as suas vidas para a doença.

É o efeito manada, tão comum nos dias de hoje.

MANADA II

Um dos seus discípulos - que a certa altura percebeu que estava entrando em uma fria - definiu bem:

“(...) O legado é a autoconfiança injetada em jovens e adultos de baixa formação e leitura, mas que se sentiam metodologicamente validados em sua própria ignorância. A filosofia do Olavo dava ferramentas para ignorantes se acharem inteligentes e julgarem os demais burros e estúpidos.

“Olavo dizia que estava formando uma "nova geração de intelectuais" mas, no fundo, estava formando uma nova geração de militantes. Isso se percebia pelos cacoetes introjetados nos alunos, pela constante emulação que muitos faziam até dos jeitos do Olavo”.

E eu complemento.

O próprio Olavo já falava em técnicas de lavagem cerebral para obter uma “fidelidade canina” em seu livro mais famoso, o “Jardim das Aflições”.

Portanto, se eu pudesse dar um conselho para quem replica postagens sem se importar com o seu contexto, seria: Não seja mais um na MANADA. Leia, se informe e, principalmente, filtre.

MDB

O prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, tem peregrinado pelo sul do Estado nos últimos dias viabilizando a sua candidatura ao governo do Estado.


Com a saída de Dário Berger do partido, Antídio teria caminho livre no MDB para ser o seu representante, mesmo que a absoluta maioria da bancada esteja apoiando a reeleição do atual governador do Estado, Carlos Moisés.


Aliás, com a candidatura confirmada, algumas situações que envolvem o prefeito do norte do Estado deverão vir à tona e não serão poucos os emedebistas que deixarão o pretendente falando sozinho.


GESTOR

“Nos últimos três anos, o PIB de São Paulo cresceu 5 vezes mais que o Brasil. O acumulado desde 2019 é de 7,5% de SP e o nacional de 1,5%. É a primeira vez que a economia de SP cresce mais que a nacional por três anos consecutivos. Fonte: Seade/IBGE”.

As palavras acima são do governador de São Paulo, João Doria, e só aumentam a minha incredulidade escrita dias atrás aqui nesse espaço: como um gestor com essa capacidade não está liderando as pesquisas para a presidência da República?

GESTOR II

Não basta ter sido o responsável por iniciar o processo de vacinação no país (sim, o governo federal só agiu quando fora confrontado por Doria) e nem ter uma equipe econômica acima da média, infelizmente, nesse país, é preciso ser carismático, e Doria não é.

Aliás, percebe-se que o PSDB também ajuda a afastar seus candidatos da população mais carente. É um partido que, apesar de levar o social no nome, passa uma imagem elitista, o que, num país relativamente pobre, é repelido de imediato.

PERDEMOS A RÉGUA

Não é curioso que ao passar por um posto de gasolina e observar que a gasolina está custando R$ 6,19 você pense no automático: “hum, vou abastecer aqui. Até que está barato...”?

Pois é. Achar o preço dessa gasolina - caríssima - barata é coisa de quem perdeu a régua.

ACERTOU


Imagem1


O presidenciável Ciro Gomes tem chamado Sérgio Moro para o debate e o ex-juiz tem se esquivado de todas as formas.


Porém, Ciro escolheu um modelo de vídeo onde analisa as falas de Moro e lhes digo: acertou em cheio.


É mais ou menos um debate sem possibilidade de que o adversário contraponha o que foi analisado.


Podem anotar. Essa prática, daqui em diante, será cada vez mais utilizada e deve servir para que Lula e Bolsonaro repensem, assim como Moro, suas posições de não estarem presentes nos debates.

ERROS

O conselho da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) aprovou o início do “processo de ascensão” do Brasil.


Tal fato, devidamente comemorado pelo governo federal, trouxe à tona uma reflexão do presidente Jair Bolsonaro: ‘Ernesto Araújo foi um erro”.


Com uma política externa menos adepta a teorias de conspiração estapafúrdias, Carlos França, o chanceler que substituiu Ernesto, começa a recolocar o país de volta à normalidade.

TENSÃO

Aumentou a tensão na fronteira da Rússia com a Ucrânia.


Ingleses descobriram um plano secreto dos russos que pretendem colocar, no governo ucraniano, um político alinhado ao Kremlin.


Mas quem está a fim de assistir uma guerra de camarote vai ter que esperar por outra oportunidade.


Dificilmente veremos tropas de americanos ou ingleses por lá. O que se espera, é que a Otan envie muitas armas aos ucranianos e sanções à Rússia caso esta invada o país vizinho.

JOÃO MARCELO
João Marcelo Fretta Zappelini
Formado em Direito pela Unisul, João Marcelo é empresário e proprietário do Cabanas Termas Hotel e da cervejaria Zappa Bier, em Gravatal. Tubaronense observador da cidade, escreve sobre assuntos do cotidiano.
CARREGAR MAIS
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.