Sexta-feira, 07 de agosto de 2020
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Buscar
Fechar [x]

BLOGS E COLUNAS

Pré-candidato do PSL

06/07/2020 16h32

A indicação de que Diego Goulart será o pré-candidato do PSL à prefeitura de Tubarão para mim não é novidade. O ex-secretário de Articulação Nacional já era cotado como possível candidato em 2018. Com a vinda de Luciano Menezes para o PSL, o nome de Diego acabou ficando em stand by e com a desistência do empresário agora o PSL, de forma oficial, coloca Goulart como o nome do partido para as eleições de novembro deste ano. Sabe-se que em 2018 a situação era bem diferente e resta saber se o PSL em Tubarão agora vai encarar uma candidatura própria ou deve estar coligado com outro partido. Já disse aqui e repito que quanto mais candidaturas surgirem em Tubarão mais chances existem de uma reeleição.  



Delegado x delegado 


Em Orleans, os nomes do suplente de deputado estadual e delegado Ulisses Gabriel e do vereador Lucas Canever Librelato foram confirmados como pré-candidatos do PSD aos cargos de prefeito e vice-prefeito. Reunião neste sábado (4) contou com a presença do deputado federal Ricardo Guidi, do presidente da Assembleia Legislativa Júlio Garcia e de outras autoridades. Há meses, é possível perceber que Ulisses Gabriel vem utilizando suas redes sociais para criticar duramente a atual administração, sendo que na semana passada o pré-candidato cobrou uma postura do prefeito e também delegado Jorge Koch com relação a situações na secretaria de saúde. Parece que a disputa na Cidade das Colinas deve ficar mesmo entre os membros da Polícia Civil. Só esperamos que as armas utilizadas sejam propostas e benfeitorias para a população de Orleans

 


MEC


Depois de muitas pressões do núcleo militar e bolsonarista do governo federal, o secretário de educação do Paraná, Renato Feder, anunciou que desistiu de assumir o cargo de ministro da Educação. O fato pode abrir um espaço para que um catarinense possa ser anunciado ao cargo. A bola da vez, conforme as últimas informações, pode ser o reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina, Aristides Cimadon, que, segundo interlocutores, tem ideias muito bem aceitas pelas alas que compõem o governo e ainda conta com as bênçãos do senador Jorginho Melo, que, ao que parece, tem muita influência junto ao presidente Jair Bolsonaro. A indicação de um catarinense para um cargo tão importante deve repercutir já no início da semana, principalmente no Congresso Nacional, que no final deve ser o fiel da balança para que Cimadon assuma ou não o cargo. Vamos ficar de olho!



Bem na foto 


A vice-governadora do nosso estado, Daniela Reinehr, está bem afinada com o presidente Bolsonaro e sua equipe. Depois de ser fotografada ao lado do presidente em sua visita ao Estado no último sábado (6), o nome da vice foi colocado como sendo o principal motivo para que o ex-comandante da Policia Militar Coronel Araújo Gomes não assumisse o cargo na Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Conforme informações que chegam da capital, Daniela teria sido a principal figura a ir contra a indicação do catarinense, que foi chamado de aliado da esquerda e acusado em postagem de ser simpatizante do PSOL, entre outras coisas. Segundo conversas de bastidores, a vice-governadora teria se posicionado contra a indicação do militar catarinense por ele ser próximo ao governador e também por uma indicação feita por ela, que na época não foi atendida pelo ex-comandante da PM. Não podemos nos esquecer que há alguns meses a relação entre o governador e sua vice anda bastante ruim.



Veio e deve voltar 


Depois de visitar Santa Catarina sábado, para conferir de perto os estragos provocados pela passagem do ciclone bomba, o presidente Jair Messias Bolsonaro deve retornar a Santa Catarina já no próximo mês para inaugurar umas das obras mais épicas do Estado, a BR-285, em Timbé do Sul. A vontade foi manifestada pelo próprio presidente, que prometeu ajudar Santa Catarina assim que os relatórios com estragos forem enviados à Secretaria de Defesa Civil em Brasília. A ajuda é mais do que bem-vinda, já que mais de 180 municípios do Estado foram atingidos pela vendaval. Um dos momentos que marcaram a visita do presidente foi quando perguntou ao governador Carlos Moisés se ele teria feito uso de cloroquina. O governador respondeu que sim e o fato teria gerado risadas entre os presentes, já que essa foi a primeira conversa entre os dois depois que o comandante Moisés declarou que seguiria no PSL.

GUILHERME NETO
Guilherme Neto
Radialista com mais de 15 anos de atuação em comunicação, Guilherme Neto trará de segunda a sexta-feira assuntos relevantes para o sul catarinense, especialmente os municípios da Amurel, com o objetivo de agregar. WhatsApp: (48) 98861-9042.
CARREGAR MAIS
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia