Sexta-feira, 19 de julho de 2024
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Buscar
Fechar [x]

BLOGS E COLUNAS

Pode voltar

27/04/2020 16h43

A Federação Catarinense de Futebol solicitou ao Governo do Estado a liberação para o retorno do Campeonato Catarinense. Inclusive, alguns clubes estão planejando o retorno das atividades para o dia 1º de maio, com medidas de prevenção para evitar a proliferação de coronavírus. A ideia inicial é retomar o Catarinão de onde parou em 16 de maio. Mas não sei se o governador vai topar.  



Volta com ressalvas


Particularmente, se tivesse no lugar do governador, eu toparia. Desde que não haja público, e por uma razão muito simples. A taxa de ocupação hospitalar em SC, sobretudo em UTIs, é relativamente baixa, uma das menores do país, em torno de 17%. Isso passa segurança, somado aos cuidados de prevenção que os clubes vão ter de tomar, aderindo a critérios técnicos para evitar aglomeração em várias circunstâncias.

 


Regras


Mas, logicamente, é preciso fazer um acompanhamento da situação e a evolução ou não do vírus pelo Estado. Jogadores do Concórdia e do Peixe, por exemplo, vão encarar uma viagem de cerca de dez horas, confinados dentro de um ônibus. Como fica a situação dos vestiários, como vai ser o procedimento para cumprimentos dos atletas e arbitragem. Haverá mudanças em vários aspectos. 



Arsenal voltou


O Arsenal da Inglaterra, por exemplo, voltou aos treinos. Entupido de restrições. Embora os jogadores possam estar no campo de treinamento ao mesmo tempo, eles não não vão se misturar e não haverá atividades em grupo. Cada jogador pode seguir o mesmo programa que seus colegas de equipe, mas o fará de forma independente, inclusive com seu próprio conjunto de bolas de futebol e com duração de uma hora no máximo. 



Sem banho, inclusive


As instalações do clube, que está com um número reduzido de funcionários (inclusive do departamento médico), permanecerão fechadas e os jogadores terão que voltar para casa após realizar os exercícios. Vale lembrar que o Arsenal foi o primeiro clube da Inglaterra a conviver de perto com o coronavírus, quando o técnico Mikel Arteta foi diagnosticado, no início de março, antes mesmo da quarentena e da paralisação do futebol no país.



Só piora


Desconfortável essa situação envolvendo o Atlético Tubarão. Principalmente pelo silêncio no clube. Aos poucos, figuras que iniciaram o processo passaram a sair, um a um. Há quem acredite entre os torcedores que esses estão antevendo o fim daquilo que já foi tratado de promissor. Muitos torcedores já se sentem sem esperança de mudança, sentem o fim da parceria se o primeiro semestre culminar com o rebaixamento no Catarinão.



Rápidas:


- Uma dívida de 11 anos atrás vai fazer o Atlético Tubarão ter que ressarcir a União em R$ 114 mil. A dívida original era de R$ 50 mil. 



CARREGAR MAIS
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Contato
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.