Quinta-feira, 15 de abril de 2021
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Buscar
Fechar [x]

BLOGS E COLUNAS

Escapou de perder

04/04/2021 22h30

Sempre aprendi que, no futebol, quando o goleiro é o melhor em campo é porque seu time escapou de perder. E se não fosse o goleiro Otávio, do Hercílio Luz, a derrota era certa para o fraquíssimo Concórdia, que não encontrou dificuldades em pressionar o Leão em pleno estádio Aníbal Costa. Até pênalti perdeu. Ou melhor, Otávio pegou. 



Faltou organização e vontade


A verdade é que, para quem precisava do resultado contra um dos favoritos ao rebaixamento, como pode ser o Concórdia, Criciúma ou Metropolitano, faltou intensidade e gana em conquistar a vitória. Extremamente desorganizado, Renato Henrique jogou de volante praticamente o segundo tempo inteiro.   



Próximas são decisivas


Há quem aposte na demissão do técnico Caranhato. Escrevo essa coluna na noite de domingo (4), minutos após o fim do jogo. Então, não sei o que a diretoria vai definir. Se for para demitir, o momento é esse, uma vez que existe uma semana de prazo até a próxima partida, contra o Brusque, fora de casa. Depois, permanece fora, contra o Avaí. Por isso o empate contra o Galo do Oeste foi tão ruim. 



Neymar causando


O atacante Neymar se envolveu em uma confusão com um defensor do Lille e acabou expulso no Parque dos Príncipes, na última semana. A derrota por 1 a 0 fez com que o Paris Saint-Germain perdesse a liderança do Campeonato Francês na reta final da competição. De quebra, foi a 11ª expulsão da carreira do craque brasileiro, a quarta defendendo as cores da equipe parisiense. As reclamações e a dificuldade em sair das provocações rivais marcam a carreira do jogador, tendo um longo histórico de debates com os juízes e jogadores de outras equipes.



Mesmo roteiro de sempre


Dono da camisa 10 do PSG, Neymar recebeu o vermelho sábado (3) após o segundo amarelo, ambos por reclamação. Nos dois lances em que foi penalizado, o brasileiro sofreu a falta, reclamou com a arbitragem, mas acabou caindo na provocação dos adversários e entrou em confusão. Na ida para o vestiário, o atacante ainda tentou brigar com Djaló, do Lille, que também foi expulso.



Cultural


O que eu penso sobre o comportamento do jogador brasileiro, de maneira geral, é o que eu penso, sobretudo, sobre o Neymar. Lamentável. Temos a cultura de não saber lidar com a derrota no futebol. Não à toa, o jogador recebeu notas baixíssimas de avaliação do seu desempenho. Após a derrota por 1 a 0 do Paris no jogo decisivo contra o Lille, o “L'Equipe” e o “Le Parisien” deram nota 3 para a atuação do camisa 10 brasileiro.



Não querem parar


Rogério Caboclo, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), afirmou que espera menos medidas restritivas dos governos estaduais até o início do Brasileirão - previsto para 30 de maio -, mas também informou que os clubes aceitaram mandar seus jogos em outros estados, se necessário. A declaração do dirigente se dá em meio ao momento mais grave da pandemia do coronavírus no Brasil. De acordo com Caboclo, os dirigentes dos clubes das Séries A, B, C e D, e das 27 federações que organizam o futebol brasileiro são unânimes a favor da continuidade do futebol no país. 



Tetracampeão ganha alta


Depois de pouco mais de suas semanas internado em função de complicações da Covid-19, Branco recebeu alta do hospital na Zona Sul do Rio de Janeiro, na tarde deste sábado (3), e foi para casa. O tetracampeão do mundo e coordenador da seleção brasileira masculina de base passou a Páscoa com a família. O domingo foi ainda mais especial para o ídolo da Seleção e do Fluminense. Branco completou 57 anos.



Cartão que vale muito


Um fã anônimo fez história na última sexta-feira ao pagar valor recorde por um cartão de Tom Brady novato. A relíquia foi adquirida em um leilão por 2,25 milhões de dólares, quase R$ 13 milhões. Aos 43 anos, o quarterback do Tampa Bay é considerado um dos maiores, senão o maior da NFL, tendo conquistado há dois meses seu sétimo título do Super Bowl, quinto como MVP.



Rápidas


- Faixa da torcida do Hercílio Luz virada na arquibancada. Vamos lembrar ainda que o objetivo desde o início era de não cair. Mas a insatisfação é pelos excessos de alguns jogadores na noite tubaronense, mesmo em momentos pandêmicos. 


- Caranhato abriu a coletiva pedindo desculpa por ter enfatizado a derrota passada contra o Figueira por erros individuais. Estranho esse comportamento na abertura da coletiva. A impressão que dá é de que foi cobrado por isso. 


- Criciúma não ganha de ninguém. Impressionante.

GLAUCO ARNS MORETTI
Esporte Agora
Professor e apresentador do Programa Esporte na Cidade, na Rádio Cidade FM de Tubarão. Apaixonado pela família, futebol e corrida de rua.
CARREGAR MAIS
Agora Sul
  • WhatsApp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • E-mail
Sulagora.com. Tudo o que acontece no Sul. Agora. © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia